ABAMF convoca brigadianos a acompanharem sessões extraordinárias

134

leonel casa civilA ABAMF e outras entidades da segurança pública estiveram , dia 1 de dezembro, na audiência com o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi. O encontro, no entanto, foi frustrante. Mais uma vez o governo estadual tem somente notícias ruins, como em todo o ano de 2015. Biolchi declarou que não há certeza quanto as promoções, os reajustes ainda não têm definição, o 13° salário o governo não sabe como irá pagar e os concursados não têm data definida para serem nomeados.

Como se não bastasse, o governo pretende aprovar o PL 206/15 limitando gastos que já não existem, convocando os deputados entre o Natal e o Ano Novo para causar ainda mais precariedade aos serviços e a dignidade dos servidores. Para o presidente da ABAMF o desprestígio está causando uma enxurrada de pedidos de aposentadoria e desmotivando quem está na ativa. ” O governo distribui prejuízos e causa frustração nos brigadianos”.

Os mesmos políticos que deixam a população refém dos bandidos devido à falta de efetivo nas polícias, racionamento de combustível para as viaturas e  parcelamento de salários, recebem em dia, andam com seguranças particulares em carros de luxo e muitos acumulam aposentadorias, até acima do teto constitucional.

Por tudo isto, a ABAMF convoca todos os brigadianos a lotarem a Assembleia Legislativa nas convocações extraordinárias.

NÃO ACEITAMOS O PL 206/15.

NÃO ACEITAMOS PARCELAMENTO DE SALÁRIOS

NÃO ACEITAMOS ATRASO NO PAGAMENTO DO 13° SALÁRIO 

NÃO ACEITAMOS CALOTE NOS REAJUSTES

 

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF