Liberado empréstimo para o 13º a servidores em litígio com o Banrisul

134
O Banrisul já assinou 214 mil contratos de empréstimos Foto: Ricardo Chaves /Agencia RBS
O Banrisul já assinou 214 mil contratos de empréstimos
Foto: Ricardo Chaves /Agencia RBS

Decisão ocorreu após intermediação da Defensoria Pública do Estado

Os servidores que possuem ações judiciais contra o Banrisul poderão contratar empréstimos na instituição. O valor referente ao 13º salário pode ser pleiteado sem a necessidade de desistência da demanda por parte do cliente.

A decisão foi tomada pelo banco depois da intermediação da Defensoria Público do Estado e passou a valer nesta sexta-feira (18). Já os trabalhadores que possuem dívidas com o banco deverão renegociar os valores para poder assinar os contratos.

Os empréstimos começaram a entrar nas contas dos correntistas na manhã desta sexta-feira (18). Até o final do dia, a expectativa é que todos os servidores que contrataram o empréstimo estejam de posse dos valores.

Ação

Na quinta-feira, antes da liberação dos empréstimos aos clientes com litígio, o Sindicato dos Servidores Públicos Aposentados do RS (Sinapers) entrou com ações contra o Estado e contra o Banrisul para liberar as transações. As demais entidades que representam os servidores prometem ir à Justiça na próxima segunda-feira (21) contra o Piratini pelo mesmo motivo.

O servidor que tem o nome inscrito em listas de devedores, como SPC ou Serasa, ou que fez portabilidade bancária, está conseguindo contratar o empréstimo sem problemas, de acordo com a instituição.

Balanço

Até a tarde de hoje, o Banrisul assinou 214 mil contratos de empréstimos. A soma total é de R$ 721 milhões.

GAÚCHA