Pagamento de servidores estaduais será definido no fim da tarde de terça-feira

118
Em agosto, servidores do Poder Executivo protestaram em frente ao Piratini devido a incertezas em relação à folha.. Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS
Em agosto, servidores do Poder Executivo protestaram em frente ao Piratini devido a incertezas em relação à folha..
Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS

Palácio Piratini conta com antecipação de IPVA para fazer frente à crise financeira e honrar o compromisso.

O governo do Estado vai esperar até o fim da tarde desta terça-feira para definir se será possível quitar integralmente os salários dos servidores do Poder Executivo na próxima quarta-feira.

Até agora, nos bastidores, estima-se que faltarão pelo menos R$ 250 milhões para honrar o compromisso com o funcionalismo. Por conta disso, não está descartado novo parcelamento.

A demora na decisão tem relação com o ingresso do pagamento antecipado de IPVA. Por enquanto, segundo dados divulgados no site da Secretaria da Fazenda, 339.833 veículos já anteciparam o pagamento. A arrecadação (atualizada até o dia 24) foi de R$ 241,5 milhões.

A Receita Estadual espera que pelo menos mais 450 mil proprietários paguem o tributo até quarta-feira. Por isso, a intenção do governo é esperar até o último minuto para contabilizar o máximo de recursos possível – e torcer para que mais motoristas decidam quitar antes o imposto.

Como, por lei, os municípios ficam com 50% dos valores arrecadados, os técnicos estimam que o Estado conseguirá R$ 280 milhões até o dia 30. O problema é que, mesmo assim, faltarão cerca de R$ 250 milhões para fechar a folha, cujo valor total, incluindo encargos, chega a R$ 1,3 bilhão.

Até o fim do mês, ainda entrarão em caixa valores decorrentes do ICMS e de repasses federais, mas a maioria dos recursos já está comprometida.

ZERO HORA