Quando o Bom Velhinho usa farda…

163

15551…a festa é garantida e cheia de emoção. Assim foi o III Natal Entre Amigos promovido pelo NPC da Brigada Militar no Bairro José Alexandre Zacchia

Uma festa de Natal completa, com direito a Papai Noel, presentes e muitos abraços agradecidos em quem a tornou possível. Assim foi III Natal Entre Amigos promovido por policiais do Núcleo de Policiamento Comunitário (NPC) da Brigada Militar no Bairro José Alexandre Zacchia. O evento foi realizado na quinta-feira (17), no Centro de Juventude Leão XIII, e beneficiou cerca de 200 crianças, que receberam doces e brinquedos das mãos de um simpático  Papai Noel, um brigadiano que, coincidentemente,  nasceu na época de Natal.

Os policiais Keli Dias e Rafael Mello são os responsáveis pela iniciativa, que ganhou forma há três anos. “Na época, pensamos em doar nós mesmos, seria algo com uma proporção menor. Mas a ideia ganhou força, passamos a recolher doações com outros policiais, empresas e pessoas da comunidade e desde então tem sido possível promover a festa”, conta a soldado Keli, que acrescenta: “Os sorrisos nos rostinhos deles compensam todo o trabalho”. Esse carinho é demonstrado em forma de calorosos abraços dados espontaneamente pelas crianças assim que os policiais chegam para a festa.

Com capricho, os próprios soldados montam os pacotes com os presentes. “No ano passado, depois do evento, soubemos que para muitas crianças aquela foi a única festa de Natal. O único presente que elas ganharam e isso realmente nos emociona”, comenta o soldado Mello. Conforme a diretora do Centro de Juventude,  Kátia Cordeiro Gonçalves, a atuação do NPC é de extrema importância para o Bairro. “Esse tipo de evento vai além do policiamento, aproxima os policiais da comunidade, faz as crianças terem admiração por eles e compreenderem que eles estão ali para ajudar”, comenta.

“Uma das premissas dos NPCs é desmistificar a visão de que o policial só trabalha para prender. Ações como essa mostram que a Brigada Militar quer estar presente pelo bem da comunidade, mostrar que ele é um ser humano solidário”, comenta o tenente Daisson de Andrade da Silva, coordenador dos NPCs, que também compareceu na festa. “Faz parte da filosofia do policiamento comunitário o policial ser referência onde atua e isto está ocorrendo, o que nos deixa muito felizes”, acrescenta.  Como retribuição pela festa, os pequenos subiram no palco e fizeram apresentações alusivas ao Natal.

  • Foto: Sirlei Pazinato / DM
    Foto: Sirlei Pazinato / DM
  • Foto: Sirlei Pazinato / DM
    Foto: Sirlei Pazinato / DM

DIÁRIO DA MANHÃ