BM garante manter reforço de efetivo em bairros sem luz na Capital

126

12189763_940285612703413_3781959542053140981_nEPTC sustenta que prioridade dos agentes é desbloquear ruas e que, por isso, as equipes não estão em cruzamentos sem sinaleira

O prefeito em exercício, Sebastião Melo e o secretário estadual de Segurança Pública, Wantuir Jacini, acertaram, nessa manhã, medidas de segurança para a Capital durante a recuperação dos danos do temporal de sexta-feira. As equipes da Prefeitura e do governo estadual já haviam decidido, ontem, pelo reforço do policiamento em bairros mais afetados – Menino Deus, Cidade Baixa, Azenha, Bom Fim e Farrroupilha. O PMs destacados para a segurança do Carnaval da Cidade Baixa, cancelado nesse sábado, foram deslocadas para essas áreas. De acordo com o coronel Kleber Goulart, comandante interino do Policiamento da Capital, a estratégia deu resultado e não foram registradas ocorrências significativas nesses locais. A orientação para os moradores, ainda assim, ainda é permanecer em casa nos bairros sem luz. A operação se repete hoje e deve ser mantida até a volta da normalidade.

Melo: “verdadeiro batalhão” trabalhando   

O prefeito em exercício reiterou o esforço em curso para a recuperação da cidade. “Estamos com um verdadeiro batalhão nas ruas. São 500 trabalhadores que estão limpando as ruas, reconstruindo a rede de energia elétrica e trabalhando pelo retorno da água”, disse. Melo destacou ainda a contribuição do Exército, que trabalha no bairro Menino Deus com 40 militares, caminhões, viaturas e geradores. O Exército trabalha com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam), enquanto os Bombeiros estão em outras frentes com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE).

Guarda trabalha em parques

A Prefeitura também garante que a Guarda Municipal está reforçando a segurança dos parques Farroupilha e Marinha, onde a rede de energia está desativada e há risco de mais quedas de árvores. Para evitar acidentes, a prefeitura orienta a população a evitar os parques e respeitar as áreas isoladas, além de não tentar desobstruir as ruas cortando ou removendo galhos, já que há risco de choque elétrico.

EPTC prioriza desbloqueio de vias

Mais de 100 funcionários da EPTC foram convocados para trabalhar nas ruas e atender as demandas da população. A prioridade do atendimento, como ocorreu no sábado, é liberar vias bloqueadas e, por esse motivo, não ocorreram monitoramentos em cruzamentos sem sinaleira.

Mais uma reunião de avaliação dos trabalhos de recuperação ocorre às 17h deste domingo, no Ceic, com o prefeito em exercício, o secretário de Segurança Pública, equipes envolvidas e representantes dos hospitais da cidade, que deverão encaminhar necessidades.

Fonte:Rádio Guaíba