Estado registra três ataques a bancos nesta quinta-feira

149
Em Viamão, na parte do autoatendimento, foi explodida uma dinamite Foto: Ronaldo Bernardi /Agência RBS
Em Viamão, na parte do autoatendimento, foi explodida uma dinamite
Foto: Ronaldo Bernardi /Agência RBS

Torres, São Sebastião do Caí e Viamão foram as cidades alvos de ataque dos criminosos hoje

O Rio Grande do Sul registrou três ataques a agências bancárias entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (21). Os casos aconteceram em diferentes locais do Estado e, por isso, a Polícia Civil acredita que não há relação entre eles.

O último caso foi registrado em Torres, no Litoral Norte. Cinco bandidos com armas longas chegaram na agência do Santander antes do horário de abertura. Eles renderam os funcionários e trancaram todos em uma sala. Enquanto isso, os criminosos foram até o cofre do banco e roubaram o dinheiro. Na fuga, ainda pegaram as armas utilizadas pelos vigilantes.

Após uma hora trancados, os funcionários saíram do local e acionaram a Brigada Militar (BM). Ninguém ficou ferido e, até o momento, não houve prisão. A BM analisa imagens de câmeras de segurança para iniciar as buscas.

São Sebastião do Caí
Já em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí, a agência do Sicredi foi encontrada arrombada pela gerente na manhã desta quinta. Segundo a BM, quatro caixas eletrônicos foram arrombados, mas o dinheiro de apenas dois foram levados.

Antes de fugir, os bandidos ainda levaram o computador que registra as imagens de câmeras de segurança, o que deve dificultar o trabalho da polícia. O banco fica na Avenida 13 de Maio, no Centro do município.

Viamão
Uma agência do Banco do Brasil foi explodida nesta madrugada em Viamão. O banco fica na Avenida Liberdade, Bairro Santa Isabel. O ataque ocorreu por volta das 4h30.

Segundo a Brigada Militar, os alvos dos bandidos foram os caixas eletrônicos. Eles explodiram um dos caixas utilizando bananas de dinamite. A área destinada aos terminais ficou completamente destruída. Ainda não há informações se o dinheiro foi levado. Testemunhas viram os criminosos fugindo em um Megane preto. Na fuga, um motociclista foi atropelado e sofreu ferimentos leves.

Um por dia
De acordo com levantamento da Rádio Gaúcha, são 24 ataques em 21 dias a banco em 2016. Nos casos registrados hoje, ninguém foi preso.

GAÚCHA