Policial militar que impediu assalto na BR-116 em Cristal é promovido

119

rfrDe Campos matou dois assaltantes e impediu um crime de grandes proporções

O soldado De Campos, do Batalhão de Operações Especiais, que baleou e matou dois assaltantes na madrugada do dia 22 de abril 2014 sobre a ponte do Rio Camaquã, em Cristal, foi promovido. A informação foi dada pela prefeita do município, Fábia Richter, em entrevista exclusiva concedida ao programa Primeira Hora, na manhã desta quinta-feira (14).

De acordo com a chefe do executivo, a promoção foi assinada nesta quarta-feira, após uma longa espera. Dias após a ação, o militar foi homenageado e, na ocasião, uma carta pedindo progressão na carreira do soldado foi entregue ao comando da Brigada Militar representado pelo Tentente-Coronel Jorge Ricardo Ferreira do trigésimo Batalhão de Polícia Militar de Camaquã.

Com a promoção, o policial que está na Brigada Militar há cerca de sete anos passa de soldado para segundo sargento.

Entenda o caso

Um grupo armado bloqueou os dois lados da ponte do Rio Camaquã, BR-116, em Cristal, zona sul do Estado, no final da madrugada do dia 22 de abril de 2014. O objetivo, segundo a Brigada Militar (BM), era assaltar o posto de pedágio do município. De acordo com a Polícia Civil, cerca de seis assaltantes estacionaram na ponte do Rio Camaquã em dois carros. Eles deteram um caminhoneiro, ameaçando com pistolas e o fizeram parar em cima da ponte, para trancar o fluxo de veículos de um lado. Os homens teriam revelado ao trabalhador a real intenção, depois de roubar a chave do veículo.

Para impedir o tráfego do outro lado da rodovia, ainda incendiaram um dos carros em que estavam, uma Hyundai iX 35 furtada. Um brigadiano De Campos estava à paisana vindo no sentido contrário com seu próprio veículo quando percebeu as chamas e a movimentação. Imediatamente parou de dirigir e começou um tiroteio com os bandidos. Dois foram atingidos, um morreu no local e outro foi ferimento no peito, e morreu depois.

Sem conseguir assaltar o pedágio, eles fugiram no segundo carro, um Focus, e foram até a entrada de São Lourenço do Sul, onde abandonaram o veículo e o queimaram. Para dificultar a ação da polícia, os bandidos ainda colocaram miguelitos na estrada.

Por: Acústica FM – Kevin Oswaldt Foto: Carlota Pauls