Suspeito de participar do assalto que resultou na morte de PM em Dois Irmãos é preso do semiaberto

133

17900756Elias Juliano Oliveira dos Santos cumpre pena no semiaberto por roubo em Charqueadas

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira um dos três suspeitos de cometer o assalto que resultou na morte de um policial militar em Dois Irmãos, no Vale do Sinos, na madrugada de sábado. Com a ajuda das câmeras de monitoramento do bar onde o crime aconteceu, Elias Juliano Oliveira dos Santos, 26 anos, foi identificado.

Conforme o responsável pelo caso, delegado Tarcísio Kaltbach, Santos é morador do município, mas cumpria pena em regime semiaberto em Charqueadas. O mandado de prisão preventiva foi solicitado à Justiça na segunda-feira.

— Ele não estava foragido. Em princípio, ele não seria o autor do disparo, mas ainda estamos checando isso. Solicitamos à Justiça que ele regrida ao regime fechado.

O delegado explica que Santos possui passagens por roubo à mão armada desde a adolescência. Quanto aos outros dois criminosos envolvidos no assalto, Kaltbach afirma que já há suspeitos.

— Estamos aguardando o resultado da perícia para confrontar com as informações que temos. Os nomes não serão divulgados por enquanto para não comprometer as investigações.

O primeiro sargento Arilson Silveira dos Santos foi assassinado com um tiro na nuca após reagir a um assalto na madrugada de sábado. Ele estava em um bar localizado no bairro Moinho Velho com cerca de 10 pessoas, quando os três criminosos invadiram o local. Morador da cidade há quase 30 anos, sua morte comoveu a população.

Como Santos fica recolhido durante a semana e tem direito a saídas no fim de semana, o suspeito ainda não foi ouvido pela polícia.

— Como é terça-feira, ele está recolhido ainda. Desta forma solicitei que os policiais informassem o presídio que havia sido expedido um mandado de prisão preventiva contra o acusado.

O crime

O primeiro sargento e cerca de 10 pessoas estavam no bar localizado na Rua Frei Caneca jogando cartas, atividade rotineira do grupo de amigos. Por volta de 1h30min de sábado, três homens entraram no local e anunciaram o assalto.Santos, que estava desarmado e à paisana, reagiu no instante em que se viu sozinho com um dos criminosos.

Ao desarmá-lo, ele os comparsas fugiram para a rua. Depois de verificar que os amigos estavam bem, Santos saiu para ver se os criminosos já haviam deixado o local. Neste momento, um dos homens, que estava à espreita, atirou na nuca do PM.

Os três assaltantes fugiram em um Prisma, roubado de um dos clientes do bar e que foi abandonado pouco depois na Colônia Japonesa, em Ivoti. Santos foi socorrido pelos colegas da BM ao postão 24 horas de Dois Irmãos, mas não resistiu ao ferimento.

ZERO HORA