BM faz operação em 38 municípios para reprender posse de armas, furto e roubo de veículos

103
Na Capital, ação ocorre no Morro Santa Tereza Foto: Comunicação / Brigada Militar/Divulgação
Na Capital, ação ocorre no Morro Santa Tereza
Foto: Comunicação / Brigada Militar/Divulgação

Ação envolve cerca de 300 policiais com barreiras e abordagens em áreas de maior violência

Um total de 93 viaturas, um helicóptero, 300 policiais militares e 11 motos é utilizado desde o final da tarde desta quinta-feira na Operação Avante, realizada pela Brigada Militar (BM) em 38 municípios. Além de Porto Alegre, a investida ocorre em cidades da Região Metropolitana e Vale do  Sinos, em duas fases. Inicialmente, foram feitas barreiras policiais, entre o final da tarde e o início da noite, onde o foco foi a prevenção de furto e roubo de veículos e no transporte coletivo.

Depois, em cada cidade, as ações que devem seguir até o início da madrugada se concentraram nas áreas com maior índice de violência. Na Capital, as abordagens ocorrem no Morro Santa Tereza, onde o helicóptero Koala auxilia o trabalho dos policiais em solo.

O subcomandante-geral da BM, coronel Andreis Silvio Dal Lago, destaca que cada cidade elegeu as zonas de maior conflito para atuar durante a noite, baseada nos indicadores de criminalidade.

— Estamos atuando com abordagens e focando nas apreensões de armas, pois precisamos tirá-las da rua. A Operação Avante continuará ocorrendo de forma sistemática onde há maior numero de delitos contra a vida.

Além disso, a ação será estendida para outras regiões do Estado, como Serra, Planalto e Sul.

— Nosso grande objetivo é a prevenção. Os números de armas apreendidas e prisões efetuadas são importantes, mas queremos mostrar aos criminosos que a BM tem força, está atuando e está articulada, agindo no dia, hora e local certos. Esperamos diminuir o alto grau de violência no Estado.

ZERO HORA