DIFERENÇA SALARIAL

161
  • 12241783_549544138537677_6599022519287736273_nEm uma das páginas da mensagem do Executivo à Assembleia, entregue na semana passada pelo governador José Ivo Sartori, o governo anexou uma tabela com a média salarial de cada órgão do Estado.

    O Poder Executivo, que conta com o maior número de matrículas, tem o valor mais baixo, R$ 4,1 mil. O salário médio dos servidores é inferior ao auxílio-moradia de juízes, promotores e procuradores. A relação foi obtida por meio da média entre o que recebem os funcionários ativos e os inativos e pensionistas. No Executivo, os menores salários estão na Secretaria da Educação (R$ 2,7 mil) e, os maiores, na Fazenda (R$ 22,4 mil).

  • ÓRGÃO MÉDIA SALARIAL

    Assembleia – R$ 13,3 mil

    TCE-RS – R$ 22,3 mil

    Judiciário – R$ 12,4 mil

    Ministério Público – R$ 16,5 mil

    Defensoria Pública – R$ 18,8 mil

    Executivo – R$ 4,1 mil

  • REPÚDIO AO AUXÍLIO

    O Centro de Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas do RS (Ceape) manifestou contrariedade ao pagamento retroativo do auxílio-alimentação aos integrantes da Corte. A entidade questiona a suposta falta de transparência do ato, já que não se sabe qual é o número e o conteúdo do processo administrativo que sustenta o gesto.

    “É razoável que, no atual momento de crise financeira do Estado, alguns poucos privilegiados recebam auxílio-alimentação acumulado desde 2011?”, questiona a nota.

  • ZERO HORA