NA LINHA DE FRENTE

185

ZHHGSob pressão por causa da crise na sua pasta, o secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, resolveu acompanhar de perto o trabalho da Brigada Militar durante o feriadão de Carnaval. Jacini participou de uma das blitze montadas pela corporação em Porto Alegre (foto) e conversou com os seus comandados. O secretário também viajou pelo Interior, em municípios da Serra e do Litoral Norte.

– Atuamos integrados aos demais órgãos federais e municipais de segurança pública e fiscalização do trânsito, com uma atenção especial aos municípios cujo Carnaval atrai grande número de pessoas – destacou.

Para tentar conter a onda de criminalidade, o Piratini liberou mais recursos para a segurança pública no feriadão, como horas extras para a Brigada Militar.

Jacini tem o trabalho questionado até mesmo por integrantes do governo, mas conta com o respaldo do governador José Ivo Sartori, que aprecia o seu estilo discreto. Apesar desse perfil, o secretário fez cobranças internas por mais dinheiro e já teve parte das demandas atendida. O principal pedido, a nomeação de novos policiais militares para recompor o efetivo, ainda não foi acolhido devido à crise financeira.

ZERO HORA

Confiança

Apesar do descontentamento de aliados, o secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, por ora, segue contando com a confiança do governador José Ivo Sartori. Um dos pontos que contam a favor de Jacini, internamente na cúpula do Executivo, é o fato de ele assumir, sem repassar ao governador, muitos desgastes gerados pela frágil situação da área no Estado.

CORREIO DO POVO