‘Não ando por estas vilas’, diz Jacini sobre áreas onde há tiroteios no RS

105

f_281717Secretário foi questionado se iria aos bairros onde operação foi deflagrada.
Ação foi motivada por confrontos entre facções durante o fim de semana.

Do G1 RS

O registro de tiroteios entre facções criminosas em Porto Alegre levou a Brigada Militar e a Polícia Civil a realizarem a partir deste domingo (21) uma operação na Vila Cruzeiro, na Zona Sul, e nos bairros Bom Jesus, Vila Jardim e Rubem Berta, na Zona Leste. Questionado se sentiria-se seguro para ir aos locais onde a ação foi deflagrada, durante entrevista ao RBS Notícias nesta segunda-feira (22), o secretário estadual de segurança, Wantuir Jacini, afirmou que não frequenta as regiões(veja no vídeo acima).

“Eu não ando por essas vilas porque não tenho nenhuma ligação com essas vilas. Eu ando em outros lugares e ando sozinho. Não é esse tipo de bairro que vou, e quando vou a esses bairros, vou profissionalmente”, disse o secretário. Ao ouvir do repórter Jonas Campos que se trata de locais onde vivem trabalhadores, Jacini acrescentou: “Não preciso ir lá para dizer que tem que ter segurança nesses bairros. Claro que tem que ter”.

Operação na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre (Foto: Sargento Juarez Pereira/Brigada Militar)
Operação na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre (Foto: Sargento Juarez Pereira/Brigada Militar)

Em todo o estado, 28 pessoas foram assassinadas no final de semana. Em Porto Alegre, os tiroteios que vêm sendo cada vez mais frequentes e causaram duas mortes neste final de semana fazem parte de um mesmo conflito: facções menores se uniram pra desbancar um grupo criminoso que atua há pelo menos 10 anos na Região Metropolitana.Em um áudio obtido pelo RBS Notícias, em meio a sons de disparos, um homem diz ter cometido três assassinatos (ouça no vídeo abaixo). “Matei três”, diz uma das vozes.

A crescente violência levou a Segurança Pública a dar início a uma operação contra a violência. Um adolescente foi apreendido e um homem foi preso. Oitenta policiais atuaram em locais dominados pelos traficantes. Mesmo com a presença da polícia, foi registrado tiroteio na Vila Cruzeiro, na Zona Sul de Porto Alegre.

Durante a entrevista, Jacini destacou que a polícia já prendeu desde o início de sua gestão 120 mil pessoas. “Estamos prendendo muito. Muito mais do que nos anos anteriores, e vamos continuar prendendo”, afirmou.

Pessoas são revistadas durante a operação (Foto: Sargento Juarez Pereira/Brigada Militar)
Pessoas são revistadas durante a operação (Foto: Sargento Juarez Pereira/Brigada Militar)

O secretário foi questionado sobre a reportagem do RBS Notícias da última sexta-feira (19), quando apenas quatro policiais foram encontrados em 40 km percorridos pela equipe da RBS TV. Para ele, é importante que o policiamento seja feito em áreas violentas. “Tem que ver qual foi a tática que Brigada utilizou. Ela tem as informações da inteligência policial da Brigada e da Secretaria. Se a criminalidade estava acontecendo na rua tal, ela tem que estar lá, e não estar no outro bairro onde não estava acontecendo o crime”, justificou.

Em relação à possível a convocação de policiais aprovados em concursos, ele descartou a medida devido à crise financeira que atinge o estado. “Se o governador pudesse, ele me daria mais dinheiro”, lamentou, acrescentando que a Força Nacional de Segurança não poderá ser acionada no estado porque neste ano se dedicará aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Jacini também descartou deixar o cargo. “Enquanto o governador decidir que fico aqui, eu fico”.