Piratini irá parcelar novamente os salários dos servidores

174
Atraso de salários já foi motivo de vários protestos no RS. Fernando Gomes/Age
Atraso de salários já foi motivo de vários protestos no RS. Fernando Gomes/Age

*Por Matheus Schuch

Os salários dos servidores do Executivo referentes a março serão pagos de forma parcelada pelo governo do Estado. Técnicos ligados à Secretaria da Fazenda (Sefaz) admitem que faltará mais da metade dos recursos necessários para quitar a folha em dia. O Palácio Piratini ainda não confirma a informação oficialmente.

A exemplo de fevereiro, uma parte dos vencimentos será paga no último dia do mês. A complementação deverá ser depositada em parcelas nas duas primeiras semanas de abril. Hoje, faltam R$ 650 milhões para pagar a folha, que tem custo líquido de aproximadamente R$ 1,014 bilhão.

A Sefaz ainda discute nesta semana como fará os repasses de custeio que estão pendentes em diversas áreas. A intenção é dar prioridade à Saúde (hospitais e prefeituras). A parcela mensal da dívida com a União também não será paga em dia em março.

A falta de recursos se deve ao uso da arrecadação de março para pagar grande parte dos compromissos de fevereiro e ao acúmulo de déficit, que mensalmente alcança quase R$ 600 milhões. No mês passado, por exemplo, a receita líquida foi de R$ 2,086 bilhões, e a lista de compromissos do Tesouro somou R$ 2,6 bilhões.

GAÚCHA