SUL21: Tecnologia inédita no Rio Grande do Sul aumenta transparência na atuação de policiais

110
Câmera acoplada gravará atendimento policial. (foto: BM/Divulgação)
Câmera acoplada gravará atendimento policial. (foto: BM/Divulgação)

O 1º BPAT (Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas) lançou o Projeto Testemunha Digital. A iniciativa, inédita no Rio Grande do Sul, consiste no uso de uma câmera digital acoplada ao colete do Policial Militar. O aparelho irá gravar o atendimento das ocorrências.

O objetivo é aumentar a transparência na atuação do efetivo operacional no atendimento de ocorrências e correção no emprego adequado das técnicas operacionais. Ainda ajudará a elucidar possíveis denúncias de violência policial, corrupção e outros crimes, atingindo uma melhoria na prestação de serviço à comunidade.

A ideia é que toda vez que a guarnição de serviço for despachada para ocorrência ou se deparar com uma durante o patrulhamento, o policial que estiver portando o equipamento vai acioná-lo no modo gravação. Durante o atendimento da ocorrência que estiver sendo gravada o servidor informa aos abordados sobre a gravação do procedimento. Assim que terminar o atendimento o equipamento deverá ser desligado, sendo acionado somente em novo atendimento. Ainda, todo servidor que fizer uso do equipamento assinará um termo de responsabilidade pela salvaguarda das imagens, ficando expressamente vedada a sua divulgação.

O 1º BPAT atua em onze municípios: Gramado, Canela, São Francisco de Paula, Nova Petrópolis, Picada Café, Santa Maria do Herval, Cambará do Sul, Jaquirana, São José dos Ausentes, Igrejinha e Três Coroas. Até esta quarta-feira (23)  todas as frações já estarão utilizando o equipamento.

 

Guarnições do Pelotão de Operações Especiais também utilizarão as câmeras. (foto: BM/Divulgação)

SUL21