Vereadores de Livramento aprovam moção de repúdio a PEC 251

154

jansenOs presidentes da Regional ABAMF Santana do Livramento, Jansen Nogueira Charopen, e da ASSTBM, André Pereira, ocuparam o espaço da Tribuna Popular, na Câmara de Vereadores, dia 15 de março, para explanar o descontentamento dos servidores com o envio da PEC 251 – do governo estadual – à assembleia Legislativa do RS. A casa legislativa foi tomada pelos servidores de nível médio da BM. Os brigadianos comquistaram o apoio dos vereadores que aprovaram uma “Moção de Repúdio” a PEC 251. Apenas a vereadora Carine Frassoni(PMDB) faltou ao pronunciamento dos militares estaduais.  Em Livramento dois vereadores já deixaram o PMDB devido as atitudes do governador Sartori: Hanney e Jasson flores

Além de alertar sobre as consequências da PEC 251, os representantes das entidades representativas explanaram uma série de dados que justificam a grave crise na segurança pública e que atinge não só a população, mas, principalmente, os trabalhadores da segurança pública; são medidas equivocadas, algumas ilegais, que apenas contribuem para sobrecarregar e desmotivar os servidores. Entre os itens apresentados, estão atraso e parcelamento de salários, aumento da criminalidade, com enfoque para a falta de efetivo e a conseqüente insegurança para os próprios policiais no cumprimento de suas atribuições. Conforme foi repassado pelos representantes das associações aos vereadores e para a comunidade, com referência pontual a Brigada Militar, a corporação apresenta hoje a maior defasagem de efetivo da história, chegando a  preocupante porcentagem de 59% de déficit de pessoal, desmentindo os números alardeados pelo Governo do Estado. Complementaram dizendo que, aproximadamente, 3 mil policiais estão encaminhando solicitação de ida para a  reserva, e outros três mil estariam desempenhando serviços administrativos.

995310388572_1