Nota: ABAMF apoia orientação da BM

149

logomodificadoabamfA ABAMF manifesta apoio ao tweest postado pela Brigada Militar(BM) orientando a população a carregar somente o necessário ao andar na rua. O alerta foi feito para prevenir o cidadão de bem contra a ação de assaltantes, mas acabou causando polêmica nas redes sociais.

Como entidade representativa dos servidores de nível médio da BM, a ABAMF sabe que o alerta foi feito devido as péssimas condições de trabalho e absoluta falta de efetivo para atender rapidamente o cidadão(ã) vítima dos bandidos.

A culpa da atual situação não é dos brigadianos que se desdobram no dia a dia para manter a segurança pública no RS. O vilão nesta história é o governo do RS que promoveu corte absurdo na verba de custeio da Corporação –  há locais em que o gasto das viaturas está resumido a 20 litros de combustível. O governo também cortou as horas-extras esvaziando os quartéis, pois após cumprir o horário de expediente os brigadianos têm obrigatoriedade de afastarem-se do serviço.

O que a Brigada Militar buscou foi uma forma de auxiliar o cidadão a proteger-se de situação de risco, pois os bandidos ao visualizarem determinados objetos; atacam. As críticas devem ser dirigidas ao governo estadual, que não oferece as mínimas condições para uma atuação preventiva contra os criminosos. Aos brigadianos cabe proteger a população e mesmo com enormes dificuldades, essa é a função primordial para qualquer militar, no serviço ou em horário de folga como tem ocorrido em vários casos de intervenção contra roubos em ônibus, nas ruas, em restaurantes, bares, bancos, entre outros.