Após mais um tiroteio, professores de escola da Vila Jardim terão capacitação da BM

164
Brigada Militar foi acionada para proteger professores na Escola Estadual Érico Veríssimo | Foto: Mauro Schaefer
Brigada Militar foi acionada para proteger professores na Escola Estadual Érico Veríssimo | Foto: Mauro Schaefer

Escola de Ensino Fundamental Erico Veríssimo, na zona Leste, suspendeu aulas hoje devido a violência na região

A Secretaria de Estadual da Educação confirmou, hoje à tarde, que professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental Erico Verissimo passarão por capacitações oferecidas pela Brigada Militar. O comunicado vem após mais um tiroteio ser registrado na região da escola, que fica no bairro Jardim Carvalho, zona Leste da Capital. O local é constantemente afetado por tiroteios e já opera com turno reduzido por orientação da Secretaria. Hoje, a escola passou o dia fechada.

O objetivo desses projetos de capacitação é inserir a escola em programas já desenvolvidos pela corporação, como Proerd, Patrulha Escolar Comunitária, Nosso lugar, Aluno Cidadão e PM Mirim. Conforme a Secretaria, a meta é aproximar a comunidade escolar e os moradores da área da BM. A orientação geral da Secretaria, no entanto, pede a retomada normal das aulas já nesta terça-feira.

A pasta da Educação ainda salienta que os casos de violência nas escolas e no entorno foram discutidos na última reunião do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública, em 6 de março. Hoje, após o registro de mais um tiroteio, perto das 13h30min, a Brigada esteve no local e conversou com alunos e professores. Uma guarnição permaneceu em frente ao colégio para garantir a segurança durante a tarde.

Fonte:Ananda Müller/Rádio Guaíba

Tiroteio em frente a escola gera tensão na zona Leste de Porto Alegre

Brigada Militar foi acionada para proteger professores na Escola Estadual Erico Verissimo

*Com informações da repórter Cintia Marchi

Um tiroteio gerou medo e tensão entre professores e alunos da Escola Estadual Erico Verissimo, no bairro Jardim Carvalho, na zona Leste de Porto Alegre, nesta segunda-feira. A troca de tiros ocorreu na frente da instituição de ensino no começo da tarde.

O confronto entre motociclistas e homens que estavam em um carro ocorreu cerca de 30 minutos após o início das aulas no turno da tarde. A Brigada Militar foi acionada para proteger professores e alunos. Servidores da escola relataram que o ambiente de medo é diário. A instituição está localizada próxima a uma zona conhecida pelo tráfico de drogas.

Em razão da troca de tiros, as aulas foram canceladas nesta terça-feira. A direção da escola, no entanto, garante que irá receber os alunos que forem até a instituição.

Correio do Povo