CONFRONTO EM FRENTE AO HOSPITAL – Promotor de Justiça acompanha o IPM

128

Sem títulodddUm promotor de Justiça vai acompanhar o inquérito policial militar (IPM) instaurado pela Brigada Militar para averiguar a conduta dos quatro brigadianos envolvidos no confronto que causou a morte de quatro suspeitos no final da tarde da última sexta-feira em frente ao Hospital Cristo Redentor (HCR), na zona Norte de Porto Alegre. No encontro ocorrido ontem com o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen, o comandante-geral da BM, coronel Alfeu Freitas, falou sobre as providências e encaminhamentos que estão sendo dados em relação ao caso. Segundo Dallazen, o Ministério Público do RS acompanhará o IPM com a certeza de que o processo será conduzido com rigor técnico. O comandante-geral esclareceu que a condecoração concedida para esses policiais militares se deve ao fato de os quatro terem evitado a morte de inocentes durante o confronto. O tiroteio ocorreu em frente à Emergência do HCR. O veículo, um i30, que era perseguido por uma viatura, parou. Nesse momento, começou uma segunda troca de tiros. Dois brigadianos já tinham sido feridos durante um primeiro confronto, ocorrido com os mesmo suspeitos. O embate fez com que a direção do hospital reforçasse as medidas de segurança na instituição.

CORREIO DO POVO