Deputado defende a criação de uma única polícia com dois departamentos

142

10-04-2016.094451_fraga-2As discussões sobre que medidas adotarmos para melhorar a Segurança Pública do Brasil seguem seu rito na Câmara Federal, por meio da Comissão Especial da Unificação das polícias Civil e Militar.

Na última reunião, realizada na terça-feira, 5 de abril, o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) defendeu a tese de que o país deve criar uma única polícia, porém com as duas frentes de atuação exercidas atualmente pela PC e PM.

– Você cria a polícia estadual, com dois departamentos: um ostensivo e um investigativo – opinou Fraga.

A Comissão Especial está na primeira fase de trabalhos, fazendo audiências públicas para ouvir os envolvidos e seminários nos estados para debater o tema com a população e especialistas.

O grupo de deputados também vai visitar alguns países, como Alemanha, para conhecer modelos de policiamento de sucesso.

Com informações da Agência Câmara

10-04-2016.102726_pc-camaraVÍDEO: Federação de Policiais Civis se posiciona sobre “unificação da PC e PM”

A Federação Interestadual de Policiais Civis das regiões Centro-Oeste e Norte (Feipol-CON) é contra a unificação das polícias Civil e Militar no Brasil, sem que, antes, outra proposta polêmica seja aprovada pelo Congresso Nacional: a desmilitarização das PMs.

Em sessão realizada na Câmara Federal para debater o assunto, a Feipol-COM foi representada pelo secretário geral da entidade, Luciano Marinho, que expôs aos parlamentares o posicionamento da Federação.

– Nós não aceitamos a unificação das polícias, antes que a Polícia Militar possa discutir internamente aquilo que deveria ser de apelo desta Casa, por aqueles que a representam muito bem, que é a desmilitarização.

Na avaliação de Luciano, não há como unir um órgão de caráter civil a outro de regime militar.

Confira o vídeo.