Sartori lamenta não poder dar condições melhores à BM

123
Sartori lamenta não poder dar condições melhores à BM. Foto: Eduardo Paganella / Rádio Guaíba
Sartori lamenta não poder dar condições melhores à BM. Foto: Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

PMs que atuaram em confronto contra criminosos em frente a hospital foram condecorados

*Com informações de Eduardo Paganella

O governador José Ivo Sartori participou da cerimônia de condecoração a policiais militares (PMs), realizada pela Brigada Militar (BM), na manhã desta quinta-feira. Durante o evento, os PMs que atuaram no confronto que terminou com a morte de quatro criminosos na zona Norte de Porto Alegre foram premiados por bravura. Sartori lamentou não poder dar melhores condições à BM por conta crise financeira.

Ao ser questionado sobre a convocação de novos policiais, o governador disse que não há prazo para chamar mais servidores. “Temos boa vontade, mas a folha de pagamento do Rio Grande do Sul passou do limite”, disse.

Em relação à ação dos policiais ocorrida na última sexta-feira, o governador gaúcho salientou que o episódio “é o resultado das ações de forças que trabalham conjuntamente, desde a operação Desmanche. “O desmanche envolve roubo, furto de veículo e quadrilhas. Esse é o caminho e o crime no nosso governo não terá descanso”, garantiu.

Na relação de policiais homenageados durante a Semana de Tiradentes (patrono das polícias), foram homenageados 34 PMs, além dos quatro que participaram do tiroteio em frente ao Hospital Cristo Redentor.

Troca de tiros 

A troca de tiros entre policiais e uma quadrilha fortemente armada mexeu com a rotina do Hospital Cristo Redentor. Os suspeitos balearam dois PMs durante a ação, flagrada por câmeras de monitoramento depois perseguição iniciada ainda na avenida do Forte e só terminou na rua Domingos Rubbo. Os quatro criminosos morreram e, entre os PMs, dois se feriram sem gravidade.

Fonte:Rádio Guaíba e Correio do Povo