Justiça determina bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas

128

bloqueiowhatsappA Justiça determinou que as operadoras de telefonia fixa e móvel bloqueiem o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o país. De acordo com o SindiTeleBrasil, que representa as operadoras – a determinação está confirmada e é por motivo de investigação criminal. A medida começa a valer a partir das 14h desta segunda-feira (2) e é válida por 72 horas.

A decisão é do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE).

As cinco operadoras do país – Tim, Oi, Vivo, Claro e Nextel – já foram notificadas e informaram que cumprirão a decisão. A multa em caso de descumprimento é de R$ 500 mil ao dia.

Esta é a segunda vez que o aplicativo é bloqueado no Brasil. A primeira vez que isso ocorreu no dia 17 de dezembro do ano passado, a Justiça determinou o bloqueio por 48 horas. Naquela ocasião, o Whatsapp ficou mais de 12 horas fora do ar.

Mais detalhes

O juiz Marcel Montalvão é o mesmo que determinou o pedido de prisão do vice-presidente do Facebook na América Latina, Diego Dzodan – em março deste ano.  Depois desta prisão, por coincidência ou não – o Whatsapp atualizou o serviço em abril.  O app  passou a utilizar a criptografia “end-to-end” – apenas as pessoas envolvidas na conversa podem ler as mensagens – nem mesmo as operadoras ou os donos dos dados dos usuários podem acessar a comunicação.

O Blog Conecte entrou em contato com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Através da assessoria de imprensa, foi informado que o serviço de Whatsapp não é regulado pelo órgão e, por isso, não vai se manifestar.

GAÚCHA