ÁUDIO: Wantuir Jacini traz detalhes do plano de segurança apresentado no RS

164

Jacini durante o lançamento do plano para segurança pública, nesta quinta-feira Foto: Luiz Chaves
Jacini durante o lançamento do plano para segurança pública, nesta quinta-feira
Foto: Luiz Chaves

Secretário da Segurança prevê 3 mil novas vagas em presídios para 2016

Governo do Estado lançou plano com medidas para a área da segurança pública nesta quinta-feira

O plano para a área da segurança pública, anunciado nesta quinta-feira (30) pelo governador José Ivo Sartori, prevê medidas para redução do déficit de vagas no sistema prisional gaúcho. Segundo o secretário da Segurança, Wantuir Jacini, das mais de 4,8 mil vagas previstas no pacote, cerca de 3 mil devem estar disponíveis até o final deste ano.

“Depende das obras, mas eu acredito que, até o final deste ano, elas [as vagas] já poderão ser ativadas”, afirmou Jacini, em entrevista ao programa Gaúcha Repórter, fazendo referência aos presídios de Canoas (2.415 vagas) e de Guaíba (672).

O plano inclui ainda a reconstrução de nove pavilhões no Central, de Porto Alegre, além da construção de três novos presídios em locais ainda não definidos. Para o regime semiaberto, foi prometida a criação de 1.464 vagas.

Jacini também comentou sobre a insegurança no Estado, afirmando estar “preocupado” com os atuais índices de violência.

“Como cidadão comum, fico muito preocupado, como todos estão. Mas como policial há 40 anos, trabalho com frieza e profissionalismo para prender esses criminosos”, disse.

Segundo o secretário, o plano anunciado hoje não é o que pretendia o governo, mas “o que foi possível”. Entre as medidas do pacote está a nomeação, a partir de agosto, de todos os aprovados nos concursos da Brigada Militar e Polícia Civil.

“O que está sendo feito é aquilo que possibilita os recursos orçamentários e financeiros do Estado. Não é o que pretendíamos, mas é o que foi possível”, afirmou.

GAÚCHA