VÍDEO: Moradores realizam “velório da segurança pública” em frente ao prédio de Wantuir Jacini

110

Secretário estadual não se manifestou a respeito do ato

Moradores de Porto Alegre simularam, nesta quinta-feira, um velório da segurança pública em frente ao prédio onde mora o secretário estadual da Segurança Pública, Wantuir Jacini, no bairro Bela Vista, zona nobre da Capital. O flash mob teve marcha fúnebre, caixão e a leitura de um manifesto. “Dentro desse caixão está o nosso povo inseguro e uma longa lista das próximas vítimas do descaso das autoridades. Esta lista é da sua responsabilidade, governador. Não descansaremos enquanto o governo não demonstrar atitude clara e corajosa contra a falta de segurança”, dizia o manifesto.

No final do ato, uma coroa de flores e cruzes com nomes de vítimas da violência foram deixadas em frente ao prédio. O movimento foi organizado pelo grupo Segurança RS Agora. Um dos organizadores, Eduardo Torelly, explicou que a ideia é cobrar iniciativa de quem tem poder de decisão. “Viemos até a casa do secretário, porque é ele que tem capacidade para fazer alguma coisa. A violência está incrustada no nosso dia a dia. Existe até uma competição entre os bandidos para ver quem é mais violento, quem dá mais tiros, mais facadas. Precisamos de uma resposta urgente, medidas emergenciais do poder público”, cobrou Torelly.

A moradora do bairro Tristeza, Carmen Gutierrez, que faz parte do grupo Segurança Urgente, também participou. “Acho que temos que continuar chamando atenção para a violência, continuar e aumentar os protestos. Não podemos esmorecer. Todos temos família, filhos, netos, amigos e queremos uma melhor qualidade de vida”, disse Carmen que, no último domingo, ajudou a organizar carreata na zona Sul em memória ao capitão da reserva do Exército, Carlos Norberto Barbosa dos Santos, assassinado no bairro Tristeza em março.

Durante o ato dos moradores em frente ao prédio, o secretário estadual da Segurança Pública não se manifestou a respeito do manifesto.

CORREIO DO POVO