Brigadianos aposentados querem atuar no videomonitoramento

131

ee48e_videomonitoramentobomprincpioNovas câmeras devem ser instaladas em Santa Teresinha, Bela Vista e Morro Tico-Tico

Guilherme Baptista Fatonovo

O videomonitoramento já é realidade em Bom Princípio desde 2014, quando foram instaladas cinco câmeras graças ao lucro da Festa do Moranguinho. Município pioneiro no videomonitoramento, a Prefeitura instalou filmadoras no centro e também no bairro Santa Teresinha. E em abril deste ano uma sexta câmara foi colocada na rua Irmão Weibert, em frente à igreja Matriz.

Agora está sendo realizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Meio Ambiente um estudo para instalação de novas câmeras. Segundo o secretário Mathias Seibel, foram verificados alguns pontos estratégicos, nas localidades de Santa Teresinha, Morro Tico-Tico e Bela Vista, onde será analisada a disponibilidade de transmissão das imagens. Esta análise, segundo Mathias, é feita em conjunto com a Brigada Militar. “Estamos vendo a questão técnica e também a disponibilidade de recursos”, afirma. Inicialmente a idéia é instalar mais quatro câmeras, mas o número pode aumentar dependendo do orçamento e dos recursos.

Aproveitamento de PMs da reserva
Mathias informou que, em reunião na Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre, três meses atrás, foram solicitados policiais da reserva para fazer o vídeomonitoramento 24 horas. O secretário cita que foi pedido que os brigadianos aposentados, que tivessem interesse em retornar, deveriam fazer o cadastramento para atuarem no monitoramento das câmeras.

De acordo com o comandante da Brigada em Bom Princípio, tenente Ricardo Cruz, foi feito o contato com policiais militares da região que foram para a reserva. Ele diz que cinco se interessaram, já que poderão receber um adicional ao salário. O tenente Cruz diz que eles inclusive já se cadastraram e agora aguardam apenas serem chamados.

O reforço de cinco brigadianos que estão na reserva não só vai garantir o videomonitoramento 24 horas em Bom Princípio, como também o atendimento no quartel, o que atualmente é dificultado pela falta de efetivo. E tem a grande vantagem que já são profissionais experientes e qualificados. “As câmeras já reduziram o índice de criminalidade, principalmente em estabelecimentos comerciais, bancos e veículos”, diz o tenente Cruz. Ele lembra que com o acréscimo dos PMs da reserva no videomonitoramento, brigadianos que hoje ficam no quartel poderão ir para o patrulhamento nas ruas.

O Governo do Estado vai chamar os soldados que fizeram concurso em 2012, mas isso vai ocorrer de forma gradativa. Além disso, eles ainda têm que passar por curso e serão priorizadas as cidades com maior índice de violência, que não é o caso de Bom Princípio e a região. Por isso se torna ainda mais importante a medida pioneira de convidar brigadianos que estavam na reserva para atuarem no videomonitoramento. A grande beneficiada é a população, que vai poder contar com mais segurança.