Rádio Guaíba: Por segurança, envolvido em morte de PM é transferido para presídio de Santa Maria

336

17818283Delegado avaliou que ele corria risco no Presídio Central, onde a segurança é feita pela BM

Um dos autores da morte do soldado da Brigada Militar Luiz Carlos Gomes da Silva Filho, ocorrida na semana passada no bairro Cavalhada, em Porto Alegre, foi transferido para a Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm). Autor confesso do crime, Gabriel Pereira de Lima, de 18 anos, foi preso na Capital, dois dias depois. O delegado Paulo Grillo avaliou que ele corria risco no Presídio Central, cujo controle é feito pela BM. A transferência ocorreu nesse final de semana.

Na sexta-feira, a Brigada Militar chegou à identificação de William Ribeiro Marinho, de 32 anos, apontado como autor do disparo que matou Gomes. O militar morreu em confronto com quatro suspeitos ao abordar, à paisana, um carro roubado.

Marinho é foragido do sistema prisional catarinense e natural do estado vizinho. Ele é integrante de uma quadrilha que, de início, se aliou ao Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, antes de rivalizar com a facção. O criminoso foi baleado pelo PM em uma das pernas no confronto, mas a Polícia não encontrou pistas dele em unidade de saúde no dia do crime.

O delegado Grillo, que coordena o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), fala que Marinho, considerado um criminoso de “alta periculosidade”, já foi indiciado pelo homicídio do PM e teve prisão preventiva solicitada. Informações sobre ele podem ser encaminhadas pelo telefone 0800 6420 121. Outros dois suspeitos seguem sendo procurados pela Polícia Civil.

A identificação dos criminosos presos até agora, segundo Grillo, se deu graças às imagens feitas por testemunhas, que residem próximas ou passaram de carro pelo local do confronto. Câmeras de segurança de um estabelecimento comercial também ajudaram nos trabalhos da Polícia.

Fonte:Lucas Rivas/Rádio Guaíba