Ação da BM evita atritos em quarteis e assegura policiamento

145
thumb
PMs foram colocados de prontidão em Arena e Beira-Rio | Foto: Guilherme Testa

PMs foram colocados de prontidão em Arena e Beira-Rio

A estratégia do comando da Brigada Militar (BM), que colocou de prontidão policiais militares (PMs) com suas viaturas e equipamentos em outros locais ao invés de suas habituais unidades, teve como objetivo evitar atritos nos portões dos quartéis e assegurar o policiamento ostensivo em Porto Alegre e Região Metropolitana durante a paralisação desta quinta-feira da Segurança Pública. A informação é do subcomandante geral da BM, coronel Andrei Silvio Dal’Lago.

Na Capital, por exemplo, as tropas do 1º Batalhão de Operações Especiais (1º BOE) e da Operação Avante ficaram desde a noite de quarta-feira no Beira-Rio e na Arena do Grêmio. Trocas de serviço entre os PMs ocorreram também longe das unidades. Por outro lado, de acordo com o oficial, o direito às manifestações foram respeitados pela instituição que buscou “muito diálogo com a tropa”.

Segundo o coronel Andrei Silvio Dal’Lago, o efetivo da BM em Porto Alegre ganhou um reforço de 35% no policiamento ostensivo, o que chamou de quem estava nas ruas e esperava o contrário diante do anúncio da paralisação nos dias anteriores. Ele explicou que o contingente extra, concentrado no período da manhã de ontem, serviu para eliminar a insegurança e o medo das pessoas de ficarem desprotegidas. O subcomandante geral da BM avaliou que, além da sensação de segurança gerada na população, a presença da tropa nas ruas também inibiu a criminalidade. “O número de ocorrências manteve-se normal como nos outros dias”, observou.

Para o coronel Andrei Silvio Dal’Lago, a BM sai fortalecida pois manteve sua missão constitucional mesmo diante um momento que definiu como “complexo e difícil”. Lembrou que a instituição é uma organização militar que atua com base na hierarquia e na disciplina. O subcomandante geral da BM acrescentou que o temor de não ter policiamento fez com que muitas pessoas percebessem com mais clareza o papel da corporação na sociedade. “A BM garante a estabilidade e a rotina do dia a dia”, resumiu.

Correio do Povo

9961d83f_54de_4d9e_b9c7_cdfad2572fa6-1628555