Filhos de policial morto em novembro homenageiam o pai no Dia do Soldado

162

dsc_3099-1665591Eles participaram de um projeto fotográfico vestidos como o pai, o soldado Rafael de Ávila, que morreu em ação no ano passado

No dia 25 de agosto é comemorado o Dia do Soldado no Brasil. Eles são o posto de entrada nas carreiras militares e na Brigada Militar, não é diferente. Você lembrou de parabenizar aqueles ficam nas ruas trabalhando pela segurança do coletivo? Dois pequenos meninos, de apenas 3 e 5 anos, gostariam muito de poder dar um abraço e um beijo, naquele que mais do que soldado, é o herói deles.
No mês em que também se comemora o Dia dos Pais, Arthur e Ryan de Ávila fizeram as mesmas perguntas que vêm fazendo para a sua mãe Jennifer Oliveira, 26 anos… “Por que o papai morreu? Ele tá lá no céu?”
É para dividir essa dor e também mostrar a força deste trio, que eles foram escolhidos pela fotógrafa Daniela Battastini, a Danibat, para integrar o projeto Danibat Fora dos Trilhos. “Minha intenção é mostrar a força destas pessoas que passam por diversas adversidades e a Jennifer e os meninos são um exemplo disto.”
A fotógrafa afirma que o dia do ensaio foi decidido aleatoriamente, conforme a sua agenda, a da família e da Estância Província de São Pedro, em Gravataí. “E coincidentemente foi no Dia do Soldado. Isso é muito louco e emblemático, pra mim”, revela.
Motivo
Para quem ainda imagina o motivo da escolha desta família, aqui vai a resposta: o marido da Jennifer e pai do Ryan e do Arthur, é o soldado Rafael de Ávila. Ele foi morto em serviço, em um assalto a uma ótica no Centro de Gravataí, no final de novembro do ano passado. “Há nove meses nossa vida é diferente e agora é que sinto que estou acordando aos poucos e que não tem volta o que aconteceu. No início, a gente parece anestesiado, mas pelos guris precisei me manter firme”, desabafa a esposa Jennifer.
Orgulhosa dos filhos vestindo a farda da Brigada Militar, ela comenta que Ryan é o que mais sente, pois o pai era muito presente na vida dos dois. “Ele me pergunta o motivo do pai ter morrido e de ele não ter atirado no bandido. Já o Arthur, em dia estrelado, aponta pra o céu e diz que o pai está lá. São jeito diferentes, que cada um deles encontrou de lidar com tudo isso”, comenta.
Fora dos trilhos
Foto: Paloma Vargas/GES-Especial
Fotógrafa Danibat

O projeto Danibat Fora dos Trilhos iniciou no mês passado e terá duração de um ano. Neste período, a fotógrafa contará uma história por mês, de superações e força. “Quero mostrar a alegria e a garra das pessoas que nas mias diferentes adversidades se descobrem fortes e não desistem das suas lutas, seus sonhos.”

Ela revela que a ação é totalmente gratuita e que no final, o personagem ainda recebe as fotos do ensaio. “Esse tipo de ação voluntária chega a ser egoísta, porque faz muito mais bem pra quem pratica, que neste caso sou eu, do que para quem recebe.”
Danibat ainda revela que está com dificuldades para escolher as histórias. “São relatos tão bonitos, que estou tentando escolher um bem diferente do outro, para termos cada vez mais exemplos positivos”, diz.
Força por eles
Jennifer tem o seu foco voltado totalmente ao cuidado dos filhos. Ela afirma que estes momentos de descontração e até alegria, são intercalados ainda por questionamentos e tristeza. “Ter aceitado fazer parte desse projeto da Danibat é muito mais do que um registro fotográfico. Neste dia, quero deixar a mensagem para as famílias de soldados, como nós, que vivam cada momento, porque não se sabe se terá o amanhã.”
Grande amor e orgulho
Foto: Paloma Vargas/GES-Especial
Danibat está realizando o projeto Fora dos Trilhos

Ryan e Arthur têm verdadeira paixão em vestir a farda da Brigada Militar. Questionado sobre estar de soldado, Ryan é rápido, ao responder que “esta é a minha roupa preferida”. Quando se pergunta o motivo, ele emociona a todos. “Porque essa é a roupa que o meu pai usava. Antes, ele protegia a gente aqui, agora, ele tá lá no céu, protegendo a gente de lá”, neste momento, mesmo com cinco anos, o menino enche os olhos de água e emociona também o irmão, que diz ter “saudade do papai.”

Saiba mais
O Dia do Soldado é uma homenagem ao nascimento de Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, em 1803. Ele é patrono do Exército Brasileiro e conhecido como “o pacificador” após conter rebeliões contra o Império.
CORREIO DE GRAVATAI