Rádio Guaíba: Deputado gaúcho chama servidores de “vagabundos” em sessão da CCJ da Câmara

142

download (4)Procurado pela reportagem, Nelson Marchezan Jr. não negou a fala

O deputado federal Nelson Marchezan Jr. (PSDB/RS) se envolveu em uma polêmica, na manhã desta terça-feira, durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. O tucano chamou parte do público que protestou contra a fala dele sobre a PEC do Limite de Gastos de “vagabundos”. No local, havia funcionários do Judiciário.

Em meio ao protesto de funcionários públicos e a ameaça de cancelamento da sessão por parte do presidente da Comissão, Marchezan afirmou que “quem é mais vagabundo e trabalha menos consegue colocar mais gente aqui. Porque a dona Maria e o seu João… (interrompeu a fala)”.

Procurado pela reportagem, o deputado não negou a fala. “Sim, eu disse que o trabalhador da indústria e do comércio estavam trabalhando e quem vêm para a CCJ para atrapalhar os trabalhos (dos parlamentares) são vagabundos. O trabalhador da indústria não tem tempo para ficar protestando na CCJ. Eles estavam vaiando o presidente da CCJ e os deputados”, disse Marchezan, que é candidato a prefeito de Porto Alegre.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) limita os gastos públicos para as despesas nos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Pelo texto, o aumento do gasto público fica limitado à variação da inflação oficial do ano anterior.

Isso significa, que o limite para os gastos públicos de um ano deve ser igual ao do exercício orçamentário anterior corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Ainda não há prazo para o que projeto seja votado em plenário.

Fonte:Samantha Klein/Rádio Guaíba