Com falta de efetivo, bombeiros podem parar

180
Com corte nas horas extras, que suprem escassez de servidores, trabalho corre risco e unidades já projetam fechar por um dia