GAÚCHA: “Ninguém faria se tivesse recursos” diz Feltes sobre 13º em 12 vezes

163

Secretário Estadual da Fazenda falou sobre parcelamento ao Estúdio Gaúcha

Os servidores estaduais terão mais um parcelamento pela frente. O Piratini anunciou que vai parcelar em 12 vezes o 13º salário. Os valores referentes à primeira parcela estarão disponíveis para saque nesta quinta-feira (29), quando o funcionalismo também receberá parte do salário de dezembro, no valor de até R$ 2.260 líquidos por matrícula. Isso quita os vencimentos de 55% dos servidores.

Em entrevista ao Estúdio Gaúcha, o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes, afirmou que a gratificação natalina será paga no último dia útil de cada mês. O governo prevê encerrar o pagamento de toda folha salarial de dezembro até 13 de janeiro. Questionado sobre a quantidade excessiva de parcelas do 13º, Feltes lamentou a situação e atribuiu à situação aos gastos de gestões anteriores.

“Difícil de se colocar no lugar. Eu procuro me colocar na situação. Eu não tenho a menor dúvida que a angústia é grande e contagia a todos nós do governo e ao próprio governador. Afinal de contas, quem gostaria de estar vivendo momentos de tamanha dificuldade? Ninguém faria isso se tivesse recursos e dinheiro. Até aqui se encontraram em diversos governos múltiplas engenharias que foram gastando mais do que arrecadava. Chegou um ponto em que o fole da gaita estourou e agora nós temos que enfrentar e pagar o cheque especial, e o juro lamentavelmente tem sido salgado pra todo mundo”, disse o secretário.

O presidente da Federação dos Servidores Públicos do Estado (Fessergs), Sérgio Arnoud, também falou ao programa. Ele criticou o anúncio do governo e a aprovação da extinção de fundações pela Assembleia Legislativa.

“É uma política desumana que está punindo os servidores e a sociedade gaúcha. Os deputados que votaram pela extinção das fundações terão que se arrepender, porque o governo vai gastar em dobro na contração de iniciativas privadas (…). Nós não entendemos que inchaço é esse”, defendeu.

 

GAÚCHA