Dez municípios concentraram mais da metade dos homicídios do RS em 2016

153

Segundo balanço, 21 cidades – a maioria na Região Metropolitana – registraram 85% dos crimes no ano passado

Apenas dez municípios do Rio Grande do Sul concentraram mais da metade dos 2.608 homicídios dolosos registrados no Estado em 2016 – sem contar acidentes de trânsito e latrocínios. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta quinta-feira (26).

Porto Alegre lidera a lista, com 705 ocorrências de homicídio. Na sequência vem Viamão, Caxias do Sul, Canoas, Alvorada, Gravataí, São Leopoldo, Pelotas, Santa Maria e Novo Hamburgo. O total dessas cidades chegou a 1.501 mortes.

Esses mesmos municípios estão entre os primeiros no número de prisões por tráfico de drogas, roubos em geral e roubo de veículos. Na soma total dos dez crimes analisados, a SSP ressalta que 21 cidades – a maioria na Região Metropolitana de Porto Alegre – registraram 85% dos casos.

Latrocínios

O Rio Grande do Sul registrou em 2016 o maior número de latrocínios – roubo seguido de morte – dos últimos 15 anos, de acordo com os dados disponíveis na estatística da SSP.

Os criminosos mataram 164 pessoas em assaltos no ano passado, o equivalente a um caso a cada dois dias e meio. Diante de 2015, que registrou 143 latrocínios, houve aumento de 14,7%.

Fevereiro foi o mês mais violento de 2016, com 24 casos de latrocínio. Já outubro teve o menor índice, com nove ocorrências.

GAÚCHA