Rádio Guaíba: Para evitar déficit, governo gaúcho estuda implementar reposição automática de PMs que se aposentam

194

Secretário de Segurança Pública não garante verba para que proposta seja executada

A possibilidade de reposição automática de policiais militares é estudada pelo governo do Estado. A informação foi confirmada pelo secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, na tarde de ontem, após gravação de entrevista para o programa Frente a Frente, na TVE. De acordo com Schirmer, o objetivo é impedir o déficit de policiais na corporação.

“O déficit é antigo e vem acontecendo há muitos anos. A ideia é estancar o déficit. Se tivesse dinheiro sobrando seria fácil. Faria concurso e chamaria todo mundo. Mas diante da escassez de recursos, não é? Então, o primeiro passo é estancar a diminuição do efetivo, que acontece toda hora com aposentadorias. De que forma? A cada três meses, se se aposentaram 200 agentes, chama-se. E aí pode-se chamar mais que 200. E aí você vai recuperando ao longo do tempo”, frisou.

Questionado se haveria dinheiro para realizar esse tipo de ação, Schirmer limitou-se a dizer que espera que sim. O tema deve ser discutido nos próximos meses pelo governo do Estado, especialmente junto à Secretaria da Fazenda. O secretário não informou se a proposta analisada prevê a reposição automática de policiais civis.

No ano passado, mais de 1.900 policiais militares foram para a reserva no Rio Grande do Sul.

Fonte:Eduardo Paganella / Rádio Guaíba