Criminosos atiram contra posto e ônibus da BM na zona sul da Capital

339

Os ataques, que seriam represália pela morte de um suspeito em confronto com a BM, interferiram na circulação de ônibus na região

Por: Adriana Irion e Cid Martins

Um posto da Brigada Militar na Vila Cruzeiro do Sul, na zona sul de Porto Alegre, foi alvo de ataque a tiros no começo da manhã deste sábado.

Teriam sido feitos mais de 20 disparos. Na noite de sexta-feira, um ônibus da corporação também havia sofrido ataque.

Em função das ocorrências, a linha de ônibus Orfanotrofio não está circulando, conforme a EPTC. A linha Prado também está sofrendo desvios na manhã deste sábado.

Dois policiais militares estavam no posto no momento do ataque, mas não se feriram. Os disparos, que atingiram paredes externas, internas e uma porta de ferro, foram feitos por dois homens que estavam em uma moto. Conforme a BM, no local foram achados 21 estojos de munição calibre 9 milímetros.

A ação contra o posto pode ser mais uma represália à morte de um suspeito de 19 anos ocorrida na noite de sexta-feira, na Vila Cantão, durante confronto com a Brigada Militar, que fazia patrulhamento na região da Rua Octávio de Souza.

Ao ser perseguido por PMs em um beco da Rua Dona Cristina, o suspeito teria apontado um revólver contra a guarnição e acabou baleado. Ele chegou a ser socorrido. O suspeito foi identificado como Patrick Fernandes Vieira. Conforme a BM, ele tinha antecedentes por porte ilegal de arma.

Na sexta-feira, depois da morte, um ônibus da BM já havia sido atingido por tiros no bairro Nonoai. O veículo teve que ser escoltado para sair do local.

Foto: Divulgação / Brigada Militar