Jornal NH: Vale do Sinos recebe 50 policiais da Operação Avante

284

Soldados atuarão em Novo Hamburgo, São Leopoldo e Sapiranga

Após a repercussão do envio de 400 soldados para Porto Alegre e nenhum para o Vale do Sinos na Operação Avante, 50 soldados foram apresentados na noite desta sexta-feira (31) na sede do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio do Sinos em Novo Hamburgo, com o objetivo de reforçar a continuidade de ação da Operação no Vale.

Dos 50 soldados, 20 ficaram no 3º Batalhão na cidade, 20 foram deslocados para o 25º Batalhão em São Leopoldo e 10 para o 32º Batalhão em Sapiranga. “Em uma primeira fase, foi necessário estabilizar a situação na capital e, no segundo momento, aqui na nossa Região de atuação”, explicou o Comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Sinos, Coronel Haroldo Knebel. Ele ainda destacou que na próxima segunda-feira (3), 25 policiais irão atuar diariamente em operações nos batalhões do Vale.

A atuação dos policiais militares está focada no combate a furto e roubo de veículos, pedestres e roubos a residências. “Atuamos em situações de visibilidade nas principais rotas de Novo Hamburgo e no restante do trabalho, o serviço de abordagem e atuação em pontos de maior criminalidade”, disse o Tenente Coronel Uberti, comandante do 3º BPM em Novo Hamburgo. Outros 35 policiais militares em treinamento reforçam o contingente do 3º BPM neste final de semana. “O foco de atuação dos alunos é prevenção do crime diretamente nas ruas”, ressaltou Uberti.

Posicionamento das Prefeituras

Para a prefeita de Sapiranga e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (Amvrs), a vinda destes 50 policiais é resultado do esforço conjunto de prefeitos da região. “É um primeiro passo, pois ainda é preciso mais e não vamos medir esforços em busca de medidas para melhorar a segurança em nossas cidades. Também é preciso destacar a atuação do Comando Geral da Brigada Militar nesta ação, pois prontamente nos atendeu e demonstrou que o Vale não ficará desguarnecido”, declarou.

Já o secretário de Segurança de Novo Hamburgo, General Roberto Jungthon, diz que o combate a criminalidade tem sido o foco na cidade. “Os órgãos de segurança pública de Novo Hamburgo tem realizado ações fortes na prevenção e repreensão e violência e a criminalidade no nosso Município. Como neste caso, onde temos um efetivo da Brigada Militar conduzindo a Operação Avante. A segurança tem sido permanente objeto de atenção da BM, da Polícia Civil, da Guarda Municipal para oferecer aos hamburguenses uma condição melhor na segurança pública.”

A expectativa agora é para o reforço que está previsto para o segundo semestre deste ano, onde 1.060 brigadianos serão distribuídos pelo estado para reforço dos efetivos. Entretanto, ainda não estão definidas as regiões que podem ser contempladas e nem quantos soldados serão destinados para cada uma.

Knebel destacou os números de atuação do Comando Regional no Vale do Sinos entre os dias 1 e 27 de março quando comparados ao mesmo período de 2016, apresentando uma queda na criminalidade. Como por exemplo redução nos números de homicídio doloso (-26%), roubo à pedestre (-20,33%),roubo a veículos (-7,48%), roubo a transporte público (-69,57%), furto de veículos (-37,50%), roubo a residência (-12,90%) e entre outros.