CORREIO DO POVO: Superlotação em DPPA prejudica policiamento da BM em Alvorada

351
Duas viaturas são usadas de “celas” improvisadas, com local abrigando 20 presos | Foto: Fabiano do Amaral

Duas viaturas são usadas de “celas” improvisadas, com local abrigando 20 presos

A superlotação na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada está afetando o trabalho da Brigada Militar no policiamento ostensivo da cidade. Até o final da noite desta quarta-feira, duas viaturas estavam servindo de “celas” no pátio da delegacia. Cada carro abrigava dois presos.

Além da paralisação das viaturas, que deveriam estar circulando, policiais militares também precisam ficar vigiando os detidos. Durante a noite, por conta disso, apenas uma viatura da BM estava circulando pela cidade.

A DPPA de Alvorada possui duas celas, cada uma com capacidade para quatro detidos. Uma delas foi interditada na última segunda-feira, pois os presos que estavam na peça tentaram abrir buracos nas paredes. Com apenas uma cela em funcionamento, que ontem abrigava quatro presos, a situação na delegacia é complicada também para os agentes da Polícia Civil devido ao perigo que representa a presença de detidos na delegacia.

No saguão, mais quatro detentos estavam algemados em corrimãos. Ao todo, a DPPA estava com 12 presos em um local com capacidade para receber apenas oito. Alguns detentos afirmaram estar na delegacia há mais de 20 dias.