Policiais Militares do POE do 16º BPM realizam treinameno em São Paulo

290

O curso Combate Israelense “Krav Maga” teve duração de uma semana e fora realizado no centro de treinamento na cidade Monte Alto-SP

Os Policiais Militares 1º Sgt. José Alexandre dos Santos Martins e o Sd Vinícius Borges, integrantes do Pelotão de Operações Especiais/POE do 16º BPM da Brigada Militar de Cruz Alta, aprimoraram seus conhecimentos em artes marciais, durante um curso de instrutores da arte marcial Israelense Krav Maga, ministrado pela equipe da UNIKRAV, universidade do Krav Maga na cidade de Monte Alto-SP.

O curso Combate Israelense “Krav Maga” teve duração de uma semana e fora realizado no centro de treinamento na cidade Monte Alto-SP, ministrado por instrutores renomados nesta arte reconhecida por autoridades policiais e especializada em treinamento de tropas de elite em todo o mundo, sendo custeado com recursos dos próprios policiais militares.

Durante o curso foram aplicadas técnicas de combate em ambientes confinados e defesa pessoal, Krav Maga, Combate Corpo a Corpo em Ambientes Fechados, voltado para policiais civis, militares, federais e integrantes das Forças Armadas.

O 1º Sgt. José Alexandre salientou que a utilização das técnicas ministradas no curso del defesa pessoal são de grande importância na atividade policial, tanto para a preservação da vida dos cidadãos quanto a do próprio policial, utilizando nas situações de conflito a força física e não a letal. As técnicas de defesa pessoal criadas em Israel, conhecidas como “Krav Maga”, visam a neutralização do oponente mesmo que ele esteja de posse de algum tipo de arma.

A luta teve origem em Israel no período em que os judeus eram perseguidos durante a década de 1940, com origem militar, sua aplicação nas forças de segurança já foi adotada por corporações do mundo inteiro pela eficiência em combate. Hoje, porém, não é mais usada somente para essa função.

Segundo o Sd Vinicius Borges, o objetivo da realização do curso é de se alhear o aprendizado às técnicas institucionais da Brigada Militar e os Protocolos Internacionais, na garantia dos direitos Constitucionais do Cidadão, para que no caso de intervenções, o Uso Progressivo da Força possa garantir a segurança do cidadão, do policial e dos fortuitos suspeitos. Salienta que, como multiplicadores do conhecimento adquirido com o curso as técnicas serão repassadas em treinamentos aos demais Policiais Militares do 16º BPM, pois o Krav Maga é em síntese, uma defesa pessoal simples, eficaz , rápida e objetiva, acessível a qualquer pessoa e que trabalha o estado psicológico da pessoa para uma reação mais adequada às situações de risco.

Fonte: BM

Cruz Alta Online