Proerd forma mais de 500 alunos em Novo Hamburgo

439

Formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, da Brigada Militar, ocorreu na tarde desta sexta-feira no Pio XII

JORNAL NH

“Luz, Câmera, Ação”. O grito de guerra acima não indica o começo das gravações de um filme, novela ou seriado, mas os atores desta cena são os estudantes da rede pública de Novo Hamburgo, que tiveram um momento de celebridade. Mais de 500 alunos subiram ao palco para receber o certificado de participação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), da Brigada Militar de Novo Hamburgo. A formatura dos jovens guardiões do bem ocorreu na tarde desta sexta-feira (30), no Colégio Marista Pio XII.

uma premiação foi entregue a 22 jovens, além do certificado. No final do curso do Proerd todos os alunos escrevem uma redação. Então é escolhido a melhor redação de cada turma e o autor do texto recebe um prêmio especial durante a formatura.

“É bem gratificante trabalhar com as crianças e essa é uma oportunidade que temos para auxiliar estes alunos e mostrar que eles têm várias opções e que não precisam entrar no mundo das drogas e da violência”, salienta a soldado Micheli Almeida de Oliveira, que é uma das instrutoras do Proerd de Novo Hamburgo. Ao todo, são dez policiais que trabalham junto com as crianças.

O comandante do 3º BPM, o tenente-coronel Márcio Uberti Moreira, explica que o sistema Proerd é mais uma forma de prevenção. “Estamos vivendo em um momento social bem complicado e o programa tenta ajudar os jovens a não ingressarem no mundo da drogadição”, ressalta.

As oficinas do Proerd iniciaram em abril em 12 escolas municipais e estaduais, totalizando 22 turmas. Participaram do aprendizado estudantes do 1º ao 4º ano, do 5º e do 7º ano do ensino fundamental. Em Novo Hamburgo, a iniciativa começou no ano de 2000 e já formou milhares de jovens.