Policiais da Brigada Militar salvam bebê de treze dias em Gravataí

266

Brigadianos foram convidados pelos pais para apadrinhar Arthur

O fim de semana foi incomum para o soldado Pinheiro e o sargento Gonzales, do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM) de Gravataí.

Durante o último sábado, eles foram surpreendidos por um casal desesperado com seu bebê de apenas 13 dias desacordado. Os pais foram até um posto da polícia, onde estavam os dois brigadianos, pedindo ajuda, pois a criança havia se engasgado com o leite.

Os policiais logo iniciaram os procedimentos de primeiros socorros no bebê, que apresentava coloração arroxada. As técnicas, que exigem treinamento específico, foram fundamentais para a criança retomar a consciência. O pequeno, que se chama Arthur, foi encaminhado para o hospital Padre Jeremias, na cidade vizinha de Cachoeirinha, onde chegou já respirando.

De acordo com uma média da casa de saúde, os primeiros socorros prestados pelos PMs foram imprescindíveis para a vida do menino.

“A doutora disse que se não fosse o empenho dos senhores [policiais], meu Arthurzinho não estaria mais aqui”, disse o pai.

Em um gesto recíproco, os pais convidaram nesta segunda-feira o soldado Pinheiro e o sargento Gonzales para que sejam padrinhos de Arthur. Os militares foram até a casa da família para ver a criança.

Agência GBC