Audiência Pública tranquiliza concursados de 2017

929
Reivindicações foram entregues no Palácio Piratini

A Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa, na manhã de 6 de junho, obteve um resultado prático imediato. Tranquilizou os concursados de 2017 com relação a validade do concurso. Conforme o major Carlos Eduardo Silva Dorneles – Chefe da DRESA (recrutamento e seleção) – que representou o Comando da BM,” o concurso foi homologado em 3 de julho de 2018, portanto o prazo de validade expira em 2020 podendo ser prorrogado até 2022, se houver interesse governamental”. Afirmou, ainda, que existem 2,1 mil vagas a serem preenchidas e os excedentes podem ser chamados dentro dessas vagas. No final da reunião ABAMF, ABERGS, AOfSBM, deputados e concursados entregaram no Palácio Piratini, ao secretário-adjunto da Casa Civil, Bruno Pinto de Freitas, as conclusões e reivindicações da audiência. Junto foram entregues cerca de 40 moções de apoio, aprovadas em diversas cidades do interior gaúcho, para convocação dos concursados.

No início da reunião formaram a mesa: O vice-presidente da ABAMF, Jairo Rosa, o presidente da ABERGS, Ubirajara Ramos, o presidente da Comissão de Segurança e Serviços Públicos, deputado Jeferson Fernandes, o deputado  Tenente-Coronel Zucco (PSL) o representante do Comando de Bombeiros Militar, tenente-coronel Monteiro, e o representante do comando-geral da BM, Major Dorneles. Mais tarde, chegaram os deputados Sebastião Melo(MDB) e  Elton Weber (PSB) e outros deputados enviaram representantes.

Entre as diversas manifestações, números sobre o déficit no efetivo. Na Brigada Militar(policiamento) a falta de efetivo está próxima de 50%, enquanto no Corpo de Bombeiros Militar a defasagem chega a 40%. Para o vice-presidente da ABAMF a convocação dos 2,1mil aprovados e dos 3,8 mil excedentes – aprovados que estão fora das vagas gerará economia para o governo, pois não será preciso realizar novo certame.

O objetivo da reunião foi buscar informações do governo sobre o planejamento e a estratégia para a convocação dos aptos ao ingresso, a fim de que aqueles que lutam para se tornar policiais e bombeiros tenham uma expectativa quanto ao futuro profissional.

Plenário ficou lotado. Pelo menos 40 cidades estiveram representadas

A representante dos aprovados, Paloma Ribeiro leu texto que resumiu a ideia dos 3,8 mil aprovados excedentes de 2017. Agradeceu as associações e aos deputados e encerrou com o lema dos concursado: “Desistir Jamais, ninguém fica para trás”,enquanto várias faixas e cartazes eram levantadas.

A audiência pública foi solicitada pela ABAMF e a ABERGS e aceita pela Comissão de Segurança e Serviços Públicos com a finalidade de garantir um planejamento, por parte do governo, que reponha o efetivo. Além das vagas existentes, muitos policiais e bombeiros militares estarão aptos a irem para a reserva até o final ano.

Aprovados podem suprir a falta de efetivo em diversos municípios

O secretário-adjunto, Bruno Freitas, garantiu que a demanda será levada ao governador. Já, o representante do Comando da BM, major Dorneles, ressaltou: “Assim que houver a autorização, os concursados serão imediatamente convocados”.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista da ABAMF