“Tem que ter muita força nessa hora”, diz governador para viúva de PM em velório em Caçapava do Sul

664

Eduardo Leite foi de helicóptero ao Interior para participar de funeral de policial morto em ação

GAUCHAZH

Em meio a forte chuva, o governador Eduardo Leite chegou a Caçapava do Sul para o velório do soldado da Brigada Militar Rodrigo da Silva Seixas no final da manhã desta sexta-feira (28). O PM foi morto durante um confronto na última quarta-feira (26), na zona leste de Porto Alegre

O chefe do Executivo estadual entrou na Câmara de Vereadores acompanhado do comandante da Brigada Militar, Mario Ikeda. De maneira cautelosa, Leite ingressou no plenário. Abraçou primeiro a mãe de Seixas e, em seguida, caminhou em direção ao caixão, quando cumprimentou a viúva Camila Fernandes Seixas, com um abraço.

— Tem que ter muita força nessa hora — disse Leite.

— É um herói, não é? — salientou a mulher.

O governador veio de helicóptero de Porto Alegre e permaneceu cerca de 40 minutos na cidade. Antes, Leite havia participado, em Viamão, do velório de Marcelo de Fraga Feijó, o outro PM morto no mesmo confronto.

Em declaração para a imprensa na saída, sem possibilidade de perguntas por parte jornalistas, disse que compareceu ao velório para prestar “solidariedade” e “agradecer às famílias pelo serviço prestado pelos policiais que cumpriram ao extremo o juramento que prestaram, de dar a própria vida para defender o interesse da sociedade por uma condição de paz”.

— Tenho certeza que temos uma Brigada que atua com a sua competência para dar a esses milhões de gaúchos a condição de todos os dias estarem em suas cidades, trabalhando, com suas famílias. Para que milhões de pessoas possam viver, alguns colocam a própria vida em risco — ressaltou.

O enterro de Seixas está marcado para as 15h de hoje no Cemitério das Catacumbas, em Caçapava do Sul.