Governo do RS adia divulgação de convocação de aprovados na área da segurança

304

Secretaria havia informado que tornaria público calendário de chamamento até o último dia de setembro, o que não ocorreu

GAUCHAZH

O governo estadual deu novo prazo para a divulgação do cronograma de convocação dos aprovados nos concursos na área da segurança pública. Inicialmente, segundo informação do vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, o calendário seria divulgado até o final de setembro. Agora, a nova previsão é para “os próximos dias”.

O governador Eduardo Leite explicou, durante a solenidade de entrega de viaturas à Brigada Militar, que o cronograma já passou pela Secretária de Planejamento e agora está nas mãos de técnicos da pasta da Fazenda, que avaliam quanto será gasto.

— Vamos escalonar o chamamento ao longo dos próximos períodos. Estamos justamente identificando isso: dentro da condição fiscal do Estado, associada à necessidade de reposição de efetivo, de que forma que vamos fazer o chamamento. São diversas coisas que são consideradas — declarou, citando a capacidade dos centros de treinamento para receber os aprovados. 

O governador também disse que trabalha com a previsão de que as primeiras turmas de aprovados possam ser chamadas até o final de 2019. O cronograma a ser divulgado deve conter datas para convocação pelos próximos três anos de mandato. 

O número de servidores a ser chamado ainda não foi divulgado. Sabe-se apenas que pode contar com servidores da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). 

Ranolfo afirmou que o único entrave é o dinheiro: 

— Está sendo analisado com muita responsabilidade, e isso é importante que se diga. É do conhecimento público que o Estado passa por situação fiscal, previdenciária e econômica muito difícil. Então, temos de fazer esse chamamento dentro de um cronograma responsável, para que não agrave mais a situação financeira do Estado. 

Durante a entrega de viaturas,  em frente ao Palácio Piratini, aprovados no concurso da Susepe pediram a convocação. O grupo vestia camisetas verdes com frase sobre o déficit de agentes.