Em reunião do CF, presidente Clemente relata situação da ABAMF

119
Vice-presidente estadual, Jairo Rosa, a presidente do CF, Lisiane da Silva, o presidente estadual José Clemente, e os membros do CF, Geraldo, Adão, Chaves e Gilmar

Na manhã desta terça-feira(12/11), o Conselho Fiscal(CF) da ABAMF esteve reunido ordinariamente. Durante a reunião o presidente José Clemente relatou o cenário da Entidade e destacou a importância dos órgãos fiscalizadores, tanto o Conselho Fiscal com o Conselho Deliberativo(CD). “Buscamos fazer o máximo com o pouco que temos. Isso torna ainda mais importante o trabalho do CF e CD. Precisamo sempre lembrar a grande responsabilidade que temos estando a frente da representação da categoria”, enfatizou.

Sem esquecer da defesa da categoria, Clemente ressaltou a importância do ingresso de associados para fortalecer a ABAMF. “Não temos problemas de novas dívidas nesses quase oito meses gestão. Conseguimos realizar algumas melhorias, enxugamos gastos desnecessários, mas as dívidas herdadas ainda nos tiram o sono. No entanto, temos que estar firmes para enfrentar o governo na luta pelos direitos da Família Brigadiana, por isso precisamos que os Militares Estaduais se associem”, disse.

Clemente destacou que, desde o início da atual gestão, as dívidas estão sendo negociadas e pagas. “O cenário financeiro ainda é de extrema dificuldade. Estamos superando obstáculos”. O salário do funcionários foram colocados em dia, o FGTS que nunca havia sido depositado passou a ser pago e a associação busca recursos para quitar o 13° dos trabalhadores.

Antigos contratos, com escritórios particulares, por desempenho, que apresentavam resultados insatisfatórios, foram desfeitos. Acordos feitos para quitação de dívidas em atraso e descumpridos estão sendo renegociados. E num esforço a mais, a Colônia de Férias Farroupilha está sendo remodelada para dar o atendimento adequado.

Os Conselhos estão cumprindo as reuniões no tempo legal determinado e tendo as informações para que possam trabalhar pelo melhor para a ABAMF.