ABAMF E ABERGS DISCUTEM A EXTREMA NECESSIDADE DA DEFINIÇÃO DE CARREIRA

294

Na tarde de, hoje, sexta-feira (22/01), o Presidente Estadual da ABAMF José Clemente, os Diretores Teixeira, Edmilson, Denis, acompanhados do Departamento Jurídico, representado pelo Dr. Antonio de Moraes, receberam em sua sede matriz em Porto Alegre, a Direção da Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (ABERGS).

O Coordenador-Geral Ten. Cel Ederson, acompanhado de seu adjunto 1°Sargento Ubirajara e da Coordenadora de Secretariado Major Cristiane conversaram longamente sobre a extrema e urgente necessidade da implantação de carreira nas corporações militares do Estado do Rio Grande do Sul.

Mesmo tendo pontos díspares em razão das atribuições de cada Instituição, nota-se que a tropa necessita de uma definição do Governo em apresentar o maior dos anseios desse momento aos militares Estaduais: a Modernização da Carreira para Brigada Militar, já em debate pela ABAMF junto ao Comando da Brigada Militar e a Criação da Carreira Própria para o CBMRS ao qual vem sendo construída entre a ABERGS e o Comando dos Bombeiros.

As particularidades já anunciadas por ambas as entidades representativas comprovam essa necessidade.

Hoje, já, é visível, principalmente no policiamento, a frustração de soldados que estão sendo transferidos para a reserva, na condição de soldado, após 30 anos de serviços prestados à comunidade gaúcha.

Os Bombeiros, após a separação, também aguardam definições de imposições de Leis, sobre sua estruturação ao qual o próprio governador e vice se comprometeram em construir uma carreira específica para a Instituição.

As duas entidades representativas que são parceiras de longa data em diversas lutas e conquistas para os militares, entendem que em relação a carreira as Instituições devem lutar em defender os anseios dentro das suas peculiaridades e realidade, embora militares do Estado, podem ter carreiras distintas como em outras corporações militares estaduais e federais.

A reunião também avaliou outras medidas do Governo que vêm retirando direitos dos Militares Estaduais.
As demais ações a serem desencadeadas serão também tratadas com as demais Entidades representativas dos Militares Estaduais.

modernizacaodacarreiradonivelmediodospoliciaismilitaresja
carreirapropriaparaosbombeirosja