ABAMF reconhece trabalho da retaguarda

97
Tenente Fraga, sempre participando da organização do evento esportivo
Tenente Fraga, sempre participando da organização do evento esportivo

A ABAMF presta homenagem a pessoas que não aparecem, mas são fundamentais para o sucesso de um evento grande, como a 13ª Copa ABAMF. Para que todo público seja atendido com respeito, atenção, cordialidade e agilidade é necessário um grande número de trabalhadores nos bastidores da competição. Alguns trabalham na Colônia de Férias Farroupilha- CFF. Outros, são colaboradores que frequentam a ABAMF a bastante tempo.

Não é possível citar todos os colaboradores, mas mostramos alguns para representar o conjunto. É o caso do Tenente Fraga, que participou de todas as Copas, na organização das partidas, controle da pontuação, planificação dos confrontos, entre outras atividades.

Na recepção, Rose e Eliane atenderam as solicitações de providências, distribuiram os vales de café, almoço e janta, contabilizando nas contas respectivas, além de informar, a quem chegava a CFF, as regras da convivência.

Eliane e Rose recepcionaram participantes
Eliane e Rose recepcionaram participantes

No almoxarifado, na copa e na cozinha, um time de trabalhadores dedicou esforço total para manter em pleno funcionamento e consertar, fios, redes de água, esgoto,  servir o público e preparar refeições.

Pessoal da cozinha alimentou centenas de pessoas
Pessoal da cozinha alimentou centenas de pessoas
Pessoal do refeitório trabalhou muito e rápido
Pessoal do refeitório trabalhou muito e rápido

E fora das quadras da competição, controladores, auxiliares  e árbitros mantinham a ordem e organização.

LIderados por Paim, diretor da CFF, equipe de apoio providenciou consertos de todos os tipos
LIderados por Paim, diretor da CFF, equipe de apoio providenciou consertos de todos os tipos

A todas essas pessoas e outras que não foram citadas aqui, mas estiveram trabalhando na 13ª Copa ABAMF: MUITO OBRIGADO.

Apoiadores vencem o cansaço por  carinho a ABAMF
Apoiadores vencem o cansaço por carinho a ABAMF

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF