Grupo de brigadianos apresenta candidata na ABAMF

150
Laura entre dois colaboradores
Laura entre dois colaboradores

O coordenador dos Territórios da Paz no RS, Carlos Robério Correa, e um grupo de brigadianos – praças e oficiais – acompanharam a candidata a deputada estadual Laura Sito (PT – 13.300), dia 6 de agosto, na visita feita a ABAMF. Recebidos pelo presidente Leonel Lucas e também pelo coordenador estadual da ABERGS, Ubirajara Ramos, os brigadianos explicaram por que apoiam a jovem na busca de uma cadeira no Legislativo. Já Laura, uma jovem negra quer chegar a Assembleia Legislativa para realizar uma luta social pela melhoria da qualidade de vida de pessoas pobres, negros e jovens e reconheceu que a segurança pública é parte importante no processo.

No centro,  coordenador dos  Territórios da Paz no RS, Robélio
No centro, coordenador dos Territórios da Paz no RS, Robério Corrêa

Laura quer ser a primeira mulher negra eleita pelo voto direto na Legislativo gaúcho. Mostrou-se interessada nas demandas dos servidores da Brigada Militar e dos Bombeiros Militares. Ouviu uma série de reivindicações que vêm sendo apresentadas como, por exemplo, o ingresso com nível superior, o código de ética disciplinar, entre outros. “A Brigada Militar está em fase de modificações com a independência do Corpo de Bombeiros e, certamente outras mudanças acontecerão. O momento é histórico”, disse a candidata.
O presidente da ABERGS relatou a dificuldade dos bombeiros para trabalhar, principalmente na prevenção das tragédias, referindo-se a aplicação da lei, qualificação do quadro funcional e socorro as vítimas de enchentes. “É necessário termos deputados com visão preventiva e apoiem investimentos na qualificação dos servidores e informação à sociedade gaúcha.”
Já o presidente da ABAMF, lembrou que um número muito pequeno de negros ingressou na BM em concursos recentes. Além de abrir espaço para que Laura divulgue as visitas que serão feitas a setores da segurança pública, destacou a importância dos deputados nas conquistas da categoria. “Esperamos que, caso eleita, a Laura seja mais um braço forte para a qualificação da segurança publica gaúcha e reconhecimento da importância dos servidores.”
Paulo Rogério N. da Silva
Jornalista ABAMF