Nota de esclarecimento da ABAMF

144

293555_210962835635698_1385147035_nA ABAMF/BM/BM/RS (Associação Beneficente Antônio Mendes Filho dos Servidores de Nível Médio da Brigada Militar e Bombeiros Militares do Estado do Rio Grande do Sul), vem a público, através da direção, manifestar a revolta da categoria, com relação ao ocorrido no dia 16/10/2014, quando o Policial Militar Márcio Ricardo Ribeiro, lotado no BPG em Porto Alegre/RS,   deslocando-se para a residência, após cumprida a jornada de trabalho, foi brutal e covardemente “executado” , por delinquentes, sem qualquer motivo, ou simplesmente por encontrar-se ostentando a farda da corporação.

                            Cabe salientar que, mais uma vez,  infelizmente com o tombamento de mais um guerreiro de nossa corporação, vem à tona o que a entidade vem buscando  há anos, sem até agora ter conseguido êxito nos anseios de nossos servidores, que dentre outros é, que sejam tornados crimes hediondos os praticados contra policiais e bombeiros militares.

                            Viemos também, insistentemente, procurando os parlamentares da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, bem como os Deputados Estaduais junto a Assembleia Legislativa do RS, para que os servidores da Brigada Militar, e Bombeiros Militares, quando em deslocamento para o serviço e do serviço para casa, possam transitar em trajes civis, (com isenção de transporte) podendo assim evitar fatalidades, como as já ocorridas, e como a mais recente ocorrida com o Soldado Marcio Ricardo Ribeiro.

                            É lamentável, ainda, vermos diariamente nos programas e proposições apresentadas pelos candidatos neste atual pleito eleitoral, onde se fala muito em aumento de efetivos, equipamentos e etc…, e em momento algum ouve-se ou se vê falar, na segurança e valorização profissional e pessoal dos Servidores Militares do Estado, fato este que vem dia a dia cada vez mais, revoltando a Família Brigadiana .

                       A entidade, como legitima representante da classe, manifesta pública e explicitamente seu repúdio e contrariedade,  a ação destes delinquentes, bem como a inércia e desleixo com os anseios e causas da nossa categoria, por parte das autoridades, tanto a nível local como estadual e nacional.

                                Porto Alegre/RS, 17 de outubro de 2014.

Leonel Lucas Lima

Diretor Presidente ABAMF/BM/BM/RS