Vereador e entidades de classe apresentam ao prefeito projeto de isenção para brigadianos sem farda em ônibus da Capital

232
Forma de controle da circulação será definida
Forma de controle da circulação será definida

Na tarde de 28 de outubro, em reunião no Paço Municipal, o vereador Cássio Trogildo, líder da Bancada do PTB, o presidente Aparício Santellano e os diretores Alex Caiel e Dagoberto Valtemann, da Associação dos Sargentos Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (ASSTBM), e o presidente Leonel Lucas, da Associação Beneficente Antônio Mendes Filho, dos Servidores de Nível Médio da Brigada Militar (ABAMF), acompanhados do deputado Maurício Dziedricki, apresentaram ao prefeito de Porto Alegre, José Fortunati e ao seu vice, Sebastião Melo, o PLL 223/14, de autoria do vereador, que pede a regulamentação da isenção aos brigadianos e guardas municipais sem o uso da farda. O projeto já está tramitando na Câmara Municipal de Porto Alegre.

 O vereador explicou que a proposta não gera novo custo ao Município. “O objetivo é apenas adequar uma isenção que já existe, pois não podemos propor novas isenções. A proposta é permitir que o passe dos brigadianos possa ser efetuado por meio de identidade funcional, ou por um cartão compatível com o sistema que já é utilizado nas linhas de ônibus da nossa cidade, sem que eles precisem estar usando a farda”, destacou Trogildo.

 Os representantes da categoria, justificaram o apelo e apoio quanto a importância de aprovação da proposta apresentada, dizendo que não medirão esforços para garantir ao conjunto dos servidores do nível médio mais dignidade e segurança para poderem exercer um serviço cada vez mais qualificado aos porto-alegrenses.

 Segundo o presidente da empresa Pública de Transporte (EPTC), Vanderlei Capelari, a proposta é viável. “Talvez precisaremos realizar alguns ajustes ao projeto do vereador Cassio para definir qual a melhor metodologia de operar e controlar a isenção”, argumentou.

Associações de nível médio debatem tema com o prefeito Fortunatti
Associações de nível médio debatem tema com o prefeito Fortunatti

 O prefeito Fortunati se mostrou favorável à proposta. “Vamos efetuar as análises técnicas para garantir assegurar a viabilidade da proposta”, afirmou e determinou uma próxima reunião entre o vereador e as entidades com a EPTC para discutir tecnicamente aNa segunda-feira, 27/10, o projeto foi discutido em sua primeira sessão de pauta. Após a segunda sessão de pauta, o processo poderá seguir para tramitação nas comissões permanentes da Casa, às quais o assunto for pertinente, mas o vereador Cássio Trogildo deve pedir uma reunião conjunta entre as comissões para agilizar este processo.

 O vereador Cássio Trogildo tomou a iniciativa de apresentar o projeto por solicitação do presidente da Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (ABAMF), entidade representativa dos servidores de nível médio da Brigada Militar (BM) do Rio Grande do Sul, Leonel Lucas, em função do assassinato do soldado da BM, Márcio Ricardo Ribeiro, durante um assalto ao ônibus em que ia para casa, fardado, após cumprir o horário de trabalho.

Adriana Corrêa

Gabinete do vereador Cássio Trogildo

Fotos: Paulo Rogério N da Silva

Jornalista ABAMF