BM de Caxias quer isenção no transporte público coletivo para policiais sem farda

168

Medida ainda depende da aprovação da Câmara de Vereadores Foto: Maria Eduarda Fortuna  / Rádio Gaúcha
Medida ainda depende da aprovação da Câmara de Vereadores
Foto: Maria Eduarda Fortuna / Rádio Gaúcha

Medida tem o objetivo de garantir segurança para os usuários e para os policiais

O Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO / Serra) solicitou à Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Municipal de Vereadores de Caxias do Sul, a isenção no transporte público coletivo para policiais sem farda. A medida tem o objetivo de garantir segurança para os usuários do transporte coletivo e para os policiais.

Segundo o Comandante do CRPO Serra, Coronel Leonel Bueno, os policiais à paisana não trarão mais custos às concessionárias. Ele afirma ainda, que o policial fardado dentro dos coletivos é alvo fácil para os criminosos.

“A farda não representa mais toda aquela segurança que existia no passado. Ela representa muito mais um alvo, do que um item de segurança. O delinquente, quando entra no ônibus, busca enxergar alguém fardado. Muitas vezes o policial fardado é pego de surpresa, e não consegue reagir.” – afirma Bueno.

O Comandante ainda sugere que os policiais sem farda, obtenham o benefício, apresentando a identificação militar da corporação.

A proposta ainda não tem data definida para entrar em pauta na Câmara de Vereadores.

Nesta segunda-feira (10), a Brigada Militar de Porto Alegre conseguiu o direito dos policias utilizarem o serviço de transporte coletivo, sem farda.

FONTE: RADIO GAUCHA