Reunião define na sexta possível antecipação do fim da Operação Golfinho

165

salvaaaaaaaaaaaaa-960x600Decreto do governador José Ivo Sartori contendo despesas é uma das justificativas para a redução

Uma reunião na sexta-feira, em Capão da Canoa, entre comandantes do Corpo de Bombeiros, da Brigada Militar e do Comando Rodoviário da Brigada Militar pode definir pela redução do efetivo que trabalha na Operação Golfinho, no litoral gaúcho.

Uma das hipóteses é que o número de salva-vidas seja mantido, mas que os demais servidores sejam retirados na praia gradualmente. A operação tinha previsão de ser encerrada no dia dois de março. A tendência, porém, é de que continue até 23 de fevereiro.

O decreto do governador José Ivo Sartori contendo despesas é uma das justificativas para a redução dos dias de esforço concentrado no Litoral.

Fonte:Samuel Vettori / Rádio Guaíba