BM retira do litoral reforço de efetivo rodoviário a dez dias do Carnaval

221
crbm1-960x600
Imagem Rádio Guaíba

Havia 219 policiais até o meio-dia de hoje. Com o encerramento do reforço restaram 98 agentes

Agentes do Comando Rodoviário da Brigada Militar, que faziam reforço do efetivo de fiscalização nas estradas estaduais da região litorânea, encerraram as atividades a dez dias do início do Carnaval. No total, 121 homens saídos da região Metropolitana e interior retornaram aos batalhões de origem. O motivo é a redução do orçamento da corporação em fevereiro.

A previsão era de aproximadamente R$ 1,4 milhão, porém, menos da metade do valor foi depositado pela Secretaria da Transportes. Com R$ 600 mil, não houve alternativa a não ser cortar as diárias dos policiais, segundo o comandante do Comando Rodoviário da Brigada, coronel Fernando Alberto Grillo Moreira. “Não posso coordenar uma despesa sem dinheiro. Tive que reduzir para caber no orçamento. Vamos fazer o que puder no Carnaval, mas tenho que seguir o orçamento determinado”, afirmou.

No Litoral Norte e Sul, o reforço contemplou a ERS-040, a Estrada do Mar (RS-389), a ERS-407, a ERS-030, a ERS-786 (Interpraias), a RSC-453 e a ERS-486 (Rota do Sol). Havia 219 policiais até o meio-dia de hoje. Com o encerramento do reforço restaram 98 agentes.

Desde 17 de dezembro, não houve acidentes fatais nas estradas do trecho estadual. O Comando Rodoviário da BM admite que o reforço da fiscalização nas praias contribuiu para a diminuição da fatalidade das ocorrências de trânsito.

Na semana passada, foi anunciado corte no efetivo da Operação Golfinho, a partir de 23 de fevereiro. Dois terços dos 2,6 mil servidores voltarão para os batalhões de origem. Somente os salva-vidas devem ser mantidos na íntegra até 3 de março.

Fonte:Samantha Klein/Rádio Guaíba